Minha lista de blogs

segunda-feira, agosto 26, 2013

Fotos, pra que te quero?

Comecei, ontem, a rasgar e jogar no lixo, fotos de alguns álbuns de fotografia.
Foi meio que doloroso.
Encontrei fotos que nem lembrava que existia.
Algumas fotos, vou escanear antes de jogar fora.
Mas essa operação, mesmo dolorosa, é necessária.

Imagem da Internete.
Acho que pela 1ª vez na vida, a filha, viu fotos minhas como estudante e recém-formada.
Ela se acostumou a me vê médica e não imagina como foi longo e difícil, esse caminho.
Liliane

25 comentários:

Nina disse...

Oi Liliane,
Voce é muito corajosa! Eu tenho peninha de jogar até as que ficaram feias.
Beijos e boa semana.

Christiane Garcia disse...

Liliane, eu tb já me desfiz de algumas fotos...De vez em quando é bom relembrar, mas particularmente gosto mais é de ver as fotos do meu filho pequeno, as minhas mais antigas não sinto vontade.
Mas é bacana rever a tragetória e compartilhar com os filhos. Imagino que não tenha sido fácil se tornar médica. Parabéns! É uma profissão linda! bjs

✿ chica disse...

Deve ter sido legal pra tua filha ver e acompanhar...beijos,linda semana!chica

Christiane Garcia disse...

Liliane, o ponto cruz pode ser feito em etamine, em canhamo e em linho. Para bordar em outras superfícies vc tem que usar uma trama desfiável.
Bjs

sandra neiva disse...

Olá Liliane,
muita coragem essa sua, eu guardo tudo mas um dia também vou fazer uma selecção.

Beijinhos

Pano & Cia. disse...

Ah...essas coisa dói mesmo...acho que um dia se eu tiver de fazer isso não vou conseguir; penso em fazer um grande mural, como uma moldura com vidro para conservar. Mas também depende da quantidade que cada um tem.
bjos...
Vera.

Zizi Santos disse...

Não acredito , você teve coragem mesmo de jogar as fotos!
mas pensando bem, acho que vc esta certa.É bom praticarmos o desapego
Tenha uma linda semana
Zizi


Rosa Paula disse...

Corajosa mesmo! Acho que nunca conseguiria! Já mudei milhões de vezes e sou bem desapegada, mas as fotos ficam sempre!
Tenha uma ótima semana!
Rosa
Le Paquet

Ju disse...

Fotos são pedacinhos da gente...É bom revê-las!
Logo, logo sua menina deve chegar aí, mas sabe como são os Correios. Você tem acompanhado no site?

Beijo e uma ótima semana!
Ju

maria alice vieira disse...

Quero fazer isso também, mas....

Ana Maria Braga disse...

Não tenho essa coragem.
Só me desfaço se a foto estiver ruim. Fora isso guardo-as com muito carinho. Depois que eu morrer, esse trabalho ficará para minhas filhas ou netas.....se tiver.
Bjs

Decora Adora disse...

Hola Lil usted es muy valiente, yo guardo todo también y es bueno hacer selección

Mona Lisa disse...

Não me consigo desfazer de fotos. Adoro olhar para elas e ver as mudanças por que passámos.

faço-o tanta vez!

São pedaços da minha vida!

Beijinhos.

Diva disse...

Oi Liliane,
Acho que não conseguiria fazer isso, eu até escondo algumas pra ninguém ver, só eu posso...kkkk
Mas respeito totalmente sua atitude, afinal as fotos são suas né.;)
bjão e uma ótima semana

Flávia Mergulhão disse...

Mas aqui,vai jogar tudo fora mesmo? Não consigo acreditar?
Guarda as boas e as que não tem lé com cré,se desfaz.
Fotografia é lembrança,contam uma história...
Crazy,crazy!!rsrsrs

Imaculada disse...

Corajosa amiga!
Ainda não consigo fazer isso...
Sua filha com certeza, ficou feliz ao ver as fotos.
Abraços! Uma semana feliz e alegre pra ti.

Jane Quintela de Carvalho disse...

Oi Liliane... dá uma dó se desfazer de algumas fotos, até daquelas que ficaram feias, mas é um mal necessário, beijosss!!!

Eva disse...

ai amiga, não consigo me desfazer das fotos, mas admiro vc, sempre. bjos.

O meu pensamento viaja disse...

Liliane, querida, acho que esse processo, essa faxina do passado é necessária e benéfica. Para quê guardar tudo? Guarde apenas o que é e foi bom.

Relalativamente ao seu comentário, franco, desassombrado, como sempre são os seua comentários, deixe-me dizer-lhe que entendo muito bem as suas palavras. Adoro o Brasil e já perdi a conta do número de vezes em que aí estive. Sempre em resorts de luxo ou na casa de amigos que vivem no Leblon num apartamento de sonho. Essa, porém, não é a realidade do seu país, eu sei. Não gostaria de viver num local que, embora paradisíco apresenta gravíssimas carências a nível de infraestruturas. Você é uma eterna crítica, super atentea e super lúcida.
Um beijo

Sadhia Hage disse...

oi querida desculpe a demorea em rsponder estava m dois eventos ok é que demora esmo mas acreditio que até semana que vem chega certinho ok
bjus

M de Maria Ateliê disse...

Oi Liliane,
Eu não teria a sua coragem...rs
Eu tenho muitas fotos em álbuns, sempre gostei de fazer usando recortes, mapas, coisas que guardo de viagens...
Quando tivemos um ataque de cupins que destruiu uma caixa de fotos, chorei muito com as fotos da facul todas perdidas e muitas outras.
A ideia de escanear é ótima!

Obrigada!!!
Essas tem pernas mais gordinhas rs
'Maria' está bem cotado!
bjs
Ótima semana!

Francy disse...

Querida Lili,
Sou testemunha ocular de todos os fatos e fotos, sei que foi muito dura a vida de estudante e que trabalhava ao mesmo tempo... dessa vida tenho saudades....
Aquelas fotos do casamento, pode rasga-las...
belos em Julie e primas/irmãs..
bs,

Patricia Merella disse...

Liliane,meu passado ficou todo no Brasil,as vezes minha mãe mostra-me pela camera algumas fotos,gostavas de ter comigo.Esvaziar-me do que n fazes bem é sempre preciso,beijinhos

Veronica Kraemer disse...

Lili querida, eu não jogaria as fotos fora, mas te entendo, pois há um tempo atrás, joguei todos os meus diários. Piquei e queimei! Tinha diários desde 8 anos de idade, então imagine o cheiro que ficou pela rua, de papel queimado.
Aquilo também foi doloroso, mas foi um alívio, era como se eu carregasse o mundo nas costas. Eu fiquei leve e nunca me arrependi.
Tenho certeza que vc. sentirá o mesmo!
Bla pra frente!!!
Beijosssssssssssssss
Vero

Montana disse...

Liliane, por norma as fotos trazem-me boas recordações. Momentos felizes. Por isso não penso em desfazer-me. Ainda ontem estive a ver fotos antigas com a neta mais velha. Ela gostou muito.
Beijinhos.