Minha lista de blogs

sábado, dezembro 15, 2018

Livrarias









Estou como o coração partido de vê a situação difícil das Livrarias.
Jamais imaginei um cenários desses.
As belas Livraria Cultura e Livraria Saraiva, fechando lojas.
Faz alguns anos que não posso comprar livros em Livrarias. 
Se compro, faço-o em Sebos (Estante Virtual).
Mas não deixo de visita-las quase que semanalmente.
Sei que visitar sem comprar não adianta, não ajuda.
As vezes para ter o prazer de ficar um tempo por lá, levo o livro que estou lendo.
Se pudesse ajuda-los. 
Todo dia morro um pedacinho, seu sei.
Mas agora, esse pedacinho aumentou.
Leiam.
Presenteiem com livros.
Foi assim minha vida toda que presenteei crianças.

Liliane

quarta-feira, dezembro 12, 2018

A Livraria (The Bookshop)




Assisti ontem na Netflix esse filme, A LIVRARIA (The Bookshop).
A história acontece na década de 50 na Inglaterra.
Um viúva Florence Green vai para uma pequena cidade da Inglaterra abrir uma Livraria.
Está viúva há cerca de 16 anos e tenta recomeçar sua vida nessa pequena cidade.
E abrir, sua Livraria.
Encontra todo tipo de dificuldade.
Só o Sr. Brundich (Bill Nighy) se interessa em ajuda-la.
Patricia Clarkson faz o papel de Violet, a megera poderosa da cidade.
Florence termina desistindo e perdendo tudo ou quase tudo.
O filme é baseada no livro de Penelope Fitzgerald.
É um filme de 2018 (?) com Direção de Isabel Coixet que não conheço.
Os atores são a Emily Mortimer que faz a Florence Green.
O filme é interessante. 


                                                   xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

As Panelas foram encontradas.
Viva! Viva!

O quarto está cheio de poeira.
Estamos trocando o janelão do quarto.

Liliane

domingo, dezembro 09, 2018

Trama Fantasma, o filme e as Panelonas.


Reynolds e Alma

No atelier
Assisti ontem esse filme no Telecine.
Já está disponível sem precisar alugar.
Gostei muito do filme que tem o incrível Daniel Day-Lewis, ator inglês de primeira linha. 
E achei a trilha sonora no inicio do filme com uma música que não lembro do nome mas que fez parte de minha infância e talvez adolescência.
Raramente encontro trilhas sonoras tão lindas como essa. Mas, encontro.
E se estou falando da trilha sonora vale referir que o responsável é o Jonny Greenwood
O filme é de 2017 e concorreu ao Oscar em 2018.
O Diretor é Paul Thomas Anderson.
  
A história se passa nos anos de 1950, Reynolds Woodcock (Daniel Day-Lewis) é um estilista de gente ricas, famosas e da realeza britânica e que trabalha ao lado da irmã, Cyril,(Lesley Manville). Sua inspiração surge através das mulheres que, constantemente, entram e saem de sua vida. 
Um dia, num pequeno restaurante conhece a forte e inteligente Alma (Vicky Krieps), que vira sua musa, amante e depois esposa.

Vejam, se possível.

                                        xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx




Estou a procura dessas minha 2 grandes panelas.
Quem viu?
Desaparecer é até difícil.
Mas as serviçais não sabem onde guardaram.
Ou onde esconderam.

Liliane

quarta-feira, dezembro 05, 2018

Nada a esconder, filme na Netflix



Bérénice Bejo
Por esse dias vi essa filme francês na Netflix.
É uma história interessante e é quase toda filmada dentro de uma sala, no apartamento de um casal de médicos.
Eles são amigos e se reúnem para uma noite de queijos e vinhos.
Resolvem que deixariam os celulares (telemóvel) no centro da mesa para que as mensagens que chegassem fosse lidas no Viva Voz.
E já imaginou a confusão que isso deu.
O filme é de 2016 e só conheço a atriz francesa Bérénice Bejo.
Liliane

segunda-feira, dezembro 03, 2018

Apto do filho e da nora







Há menos de 1 mês o filho e a nora, mudaram para o apto que tinham comprado há uns 2 anos.
Lógico que eu reclamava a demorar em se mudar.
Agora eles moram há pouco mais de 10 minutos de nosso apto.
Mas se o filho não tinha tempo, a nora que eu acho meia devagar, não tinha pressa.
Ontem fui lá levar uns presentes para a "varanda gourmet" que eles tem mas que nem sei se vão usar.
O apto está lindo.
E os presentes foram dados.
Liliane
 


sábado, dezembro 01, 2018

Vinhos e Black Friday

Perdi de comprar na Black Friday esse vinho português "Rapariga da Quinta".

Meus vinhos
Não comprei nada na Black Friday.
E eu gosto de fazer compras.
Se pudesse comprava todo dia, qualquer coisa.
Só pelo prazer de comprar.
Mas entre gostar e poder comprar tem um distância enorme.
Só compro, se posso.

Perdi de comprar esse vinho português e o vendedor disse que por aquele preço só na próxima Black Friday.
Liliane