Minha lista de blogs

sábado, abril 29, 2017

Os dias

Portaria e o querido José-zelador
Passei a manhã da 5a feira fazendo exames de Imagens.
Faço tudo de uma só vez e alguns deles a cada 6 meses.
E aí nem pude vir ao computador para fazer coisas que gosto.
Só as fiz as coisas do Condomínio que são muitas, mesmo com toda minha organização.
A Portaria
E ontem, cedinho, tomei conhecimento que uma mulher, certamente drogada, pulou o muro do portão da garagem, entrou na Portaria e roubou o celular, da Portaria.
Não é incrível.
Não, aqui não é.
Para quem mora em 1º mundo é incrível até de imaginar. Aqui, não.
Mas se pensar que temos Câmeras, Sensores de Presença, Empresa que pode ser acionada a qualquer hora do dia, além de uma boa iluminação externa e a presença de um Porteiro 24 h, dá para ficar desesperada.
E foi como fiquei.
Precisei esperei que a Empresa das Câmeras mandasse um funcionário para vê por onde a pessoa tinha entrado e onde o Porteiro estava localizado na hora do roubo.
Providenciar um Registro junto a Polícia sobre o celular roubado (tem que ter o IMEI. Eu tenho de todos os celulares nossos) e cancelar temporariamente, na Operadora Oi, o bloqueio temporário do nosso nº de celular.

Agora já sei o que vou fazer para dificultar a entrada desses marginais.
Vou instalar arames farpados no local que ela (vi que era mulher) pulou.
Se já era difícil pular por alí, agora vai ser "quase" impossível.
E é isso.
Liliane

terça-feira, abril 25, 2017

13 reasons why

Clay

13 Reasons Why é uma série de televisão americana baseada no livro Thirteen Reasons Why, de Jay Asher, e adaptado por Brian Yorkey para a Netflix.
Primeiro episódio: 31 de março de 2017
Hannah
Estou assistindo essa série e achando uma porcaria.
Nunca pensei que adolescente pudesse ser tão chato.
Como são poucos episódios vou tentar chegar ao fim.
O rapaz Clay é um encanto, mas a moça, "pelamaedoguarda"
Será que adolescente é tão chato como essa moça?
Liliane

segunda-feira, abril 24, 2017

Aniversário de meu filho

Meu filho, minha nora
A nora e o filho
O namoro
Casamento
Hoje é o aniversário de meu filho.
Lembrei-o de manhã, quando mandei a mensagem de parabéns, que ele nasceu as 11.15 h, quando eu estava no 8º mês de gestação e quando ainda era Estudante de Medicina.
Que eu me sentia feliz e orgulhosa pela educação que tinha dado a eles, as vezes de "mão pesada" (ele que diz). 
Ele agradeceu e lembrou que pela avaliação dele, fiz tudo certo com ele e com Érica.
Quer motivo de mais felicidade?
E este Convite deles está lindo. 
Andréa, minha nora, também faz aniversário neste mês.
Liliane

domingo, abril 23, 2017

A capa da Veja

A capa da Veja
Achei essa capa da Revista Veja muito chamativa e com pouco conteúdo.
Parece uma guerra contra os homens.
As histórias de assédio chegam a ser ridículas.
Aprendi a me defender com minha mãe, quando ainda era pequena e nem se falava nisso.
Já andei de ônibus muitas vezes e raros homens tentaram se esfregar em mim.
E, ou eu saia do lugar se pudesse, ou dava uma cotovelada, ou descia do ônibus. Sempre funcionou. Nunca precisei nem chamar atenção do canalha.
Nunca me senti assediada porque homens olharam para mim ou me deram cantadas.
Muito pelo contrario, gostava e muito de ser olhada.
Tinham cantadas maravilhosas de se ouvir.
Imagina, se os colegas do tempo de solteira tivessem me denunciado porque olhei para eles, cheia de desejos. Ou porque achassem que olhei para eles, cheia de desejos.
Lógico que existe as exceções da regra. 
Mas, exceções são exceções.
E sou a favor de se criar uma lei João da Penha.
Não sou Feminista. Sou Feminina.
Liliane



quinta-feira, abril 20, 2017

Na dentista

Ontem, passei a manhã no consultório de minha dentista.
Gosto muito dela, acho-a competente e muito estudiosa.
Vive se atualizando, minha querida Isabela.
E trabalhamos juntas no Hospital Geral de Areias.

No meio da consulta, com a boca aberta e sem poder falar, Isabela, vai dizendo que planejou para meus dentes um tratamento de branqueamento.
Quase pulo da cadeira. De raiva.

Já tinha dito a ela que tinha feito 4 tratamentos de branqueamentos, como 2 dentista tão competente quanto ela, sem resultado.
E que não vou perder meu dinheiro para fazer uma coisa que nem acredito mais, em mim, lógico.
Mil sorrisos

Essa plaquinha da última foto, eu tenho aqui.
Ou melhor, nós temos.
Tanto eu quanto a filha usamos isso para clarear os dentes e os resultados foram nulos.
Quem já fez clareamento e teve resultado, ótimo e parabéns.
Mas eu não.
Liliane

terça-feira, abril 18, 2017

JKF a história não contada

Os atores
Assisti esse filme neste final de semana com tantos feriados.
Tem uma mistura grande de bons atores, alguns nem tão famosos.
Mas, não gostei do filme.
E é filme de 2013 e o nome original, parece ser do Hospital Parkland
O filme conta os eventos caóticos que ocorreram no Parkland Hospital de Dallas no dia em que o presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy foi assassinado.
Afinal era um Presidente querido pela maioria.
O filme mostra o irmão e a mãe do Lee Oswald.
O irmão atônito a e mãe envaidecida do acontecido.


"Parkland relata os acontecimentos do dia em que o presidente John F. Kennedy foi assassinado, como os jovens médicos e enfermeiros do Hospital Parkland; o chefe dos Serviços Secretos de Dallas; um homem que involuntariamente filmou o que viria a tornar-se o filme mais visto e examinado da história; os agentes do FBI que estiveram quase a deter o atirador; o irmão de Lee Harvey Oswald, a equipe de segurança do Presidente, testemunhas da morte do presidente e da subida ao poder do vice-presidente Lyndon Johnson sobre uma nação cuja inocência foi alterada para sempre.".

Eu me perdi em meio a tantos atores fazendo parte do Serviço Secreto.
Não lembro de ter visto em momento algum, quem fez o papel de Jackeline.
Mas, foi muito bom ter assistido o filme.
Será que vi no Netflix. Acho que foi.
Liliane


segunda-feira, abril 17, 2017

Futebol, não gosto

Futebol
Nunca gostei de futebol.
Nunca entendi futebol.
Muito raramente fiquei em frente a TV vendo futebol.
Aliás, fico em frente a TV, só como companhia.

Futebol
Houve um tempo na minha vida de criança que papai, torcedor do Clube Náutico de Recife, exigia que a gente gostasse do Náutico.
E a gente torcia, eu pelo menos, porque se o Náutico perdesse o jogo, era sinal de que dormiríamos cedo, muito cedo.
Porque papai fechava a casa cedo, por volta das 19 h, só para não vê os conhecidos do bairro, passarem comemorando a vitória de time que não era o dele.
Então todos nós éramos de Náutico.
Depois de grande, um só irmão, o meu irmão maravilha, mudou de time.
Lembramos disso no almoço com a família na casa que já foi de mamãe e agora é de minha irmã caçula, Aninha.
É lá que nos reunimos no almoço de Pascoa.

Meu 1º marido torcia, discretamente, pelo Santa Cruz.
O 2º marido, torcedor fanático do Santos. 
Ele é de Santos-SP.
Meus filhos, se torcem, não percebo.

Liliane



domingo, abril 16, 2017

Lana Cristina


Lana Cristina de fralda
Detesto dormir.
Detesto não acorda muito cedinho
Alongando
E devia ser umas 4 da manhã, quando Lana Cristina veio me acordar.
Hora de vê as gatas.
Lana sempre está junto de mim.
Acho que pensa que vai comer a ração do gato.
Mas não pode. São rações diferentes.

Pensando
Era muito escuro ainda.
Mas ela sabe que acordo cedo e que dou atenção para ela.
Enfeitada
Não sou eu que passeio com a Lana Cristina.
Mas ela sabe que acordando cedo, faço companhia a ela.
Indo para caminhada
Adoro nossa Lana Cristina que já está sentindo o peso da idade.
Liliane

sábado, abril 15, 2017

As árvores e filmes

As árvores da nossa calçada.
Esses dias tem chovido muito aqui na cidade.
Chuvas com muito vento.
E dai que 3 das árvores plantadas pela Prefeitura em junho 2015 por solicitação minha, quando assumi o Condomínio caíram. Que tristeza, viu?
Elas cresceram, estavam lindas e florindo.
Mas não aguentaram a ventania muito forte.
Torcendo para que elas voltem a florescer.


Estava procurando o filme O Clube, indicado pela Bruxa do 203,  do Blog www.umcaminhodiferente.blogspot.com.br que não encontrei quando me deparei com 2 outros filmes que era "Clube".
Então gravei e vi esse Clubes das Mães Mortas, que é um Documentário.
Clube das mães mortas
E no Clube das Mães Mortas a gente vê a história de Jane Fonda, por exemplo cuja mãe suicidou-se quando ela tinha apenas 10 anos.
E algumas outras atrizes que tem história de perda da mãe quando ainda criança, tais como Molly Shannon, Rosie O´Donnell e outras pessoas que não artista.
Muito legal o Documentário.
E a gente vê como é difícil lidar com essa perda que na verdade é a única certeza que se tem na vida, mesmo você sendo criança.




Depois vi esse Clube das Mães Solteiras com atrizes que nem lembro se conheço.
Mas é a história de mães cujos filhos estudam numa mesma Escola e que elas se reúnem para lidar e se divertir com essa vida de mãe solteira.
Clube das mães solteiras
O filme é alegre.
As atrizes são bonitas.
E eu gostei muito. 
Clube das mães solteiras
Liliane

quarta-feira, abril 12, 2017

Não amarás, filme que ganhei do Hugo

Grazyna Szapolowska e Olaf Lubaszenko
Ele, funcionários dos Correios
Não Amarás, esse é o filme.


"É um pequeno filme sobre o amor, seu título americano, conta a história, tristíssima, de um rapaz de 19 anos que se apaixona por sua vizinha do prédio em frente e passava as noites lhe vigiando por meio de uma luneta. 
Ele trabalhava numa agência do correio e lhe mandava avisos falsos de correspondência só para que ela comparecesse à agência e pudesse vê-la pessoalmente por alguns minutos. 
Quando ela recebe uma visita íntima, digamos assim, ele liga para a companhia de gás alertando de um vazamento falso para que os funcionários interrompessem o momento do sexo. É comovente. Acabará em tragédia."
A atriz
Esse filme ganhei do Hugo (www.cinema-filmeseseriados.blogspot.com) .
É um filme polonês de 1988, de um diretor premiado e de nome impronunciável.
O ator tinha então 20 anos.


O apaixonado
As opções de filmes e séries são tão grande que fica difícil dar conta de tudo que aparece.
Fiz uma lista das séries e dos filmes.
A lista dos filmes que o Hugo faz a resenha já está imensa.
Mas, faz parte (da vida)
Liliane

terça-feira, abril 11, 2017

Cecília vai ficar boa

Olha como é linda!
Levei hoje a Cecília para Dr. Gustavo na PetDream e foi tudo diferente do que imaginei que seria feito.
Sou médica e não veterinária.
Ele explicou de tudo que fez na cirurgia e que não imaginava que ela estive com outro cálculo.
Fez uma medicação injetável e Cecília aceitou bem tudo o que foi feito.
Mas quando mexeu no baixo ventre a urina saiu sanguinolenta. 


Estava assim. Só dormindo.
Amanhã vou leva-la para tomar a 2ª dose da medicação injetável.
Cecília tem 10 anos.
Pode viver até os 18 anos.
Tomara, né?
Obrigada, pela torcida.
Eu amo essa gata. 
E vivo dizendo isso a ela.
Se ela entende, não sei.
Mas a minha parte eu faço.
Liliane

segunda-feira, abril 10, 2017

Cecília não está bem

Depois que dei o Ibuprofeno
Neste final de semana percebi que a Cecília continua com dificuldade de urinar.
Já avisei ao Dr. Gustavo que amanhã vou leva-la, para consulta.
É a 2ª vez que minha Cecília dos olhos azuis faz cirurgia de cálculos renais.

Ela
Amanhã, vai voltar para a PetDream.
Talvez fazer uma outra USG para vê o que está acontecendo.
Cecília está com 10 anos.
Torçam, viu?
Liliane

sábado, abril 08, 2017

Vamos de Rotolone?

A mesa arrumada
Hoje tem um jantar aqui em casa.
Para os avós da Infanta. 
Ela, a Infanta, é louca por esses avós.

A mesa já está arrumada desde ontem porque Clarice, a serviçal, ia para o Pic Nic programado há muito tempo, então não poderia vir trabalhar hoje.
Luciana, a que toma conta da Infanta ia também.
Imagino a bagunça daquelas duas junto com os filhos todos.
Recomendei que não jogassem lixo na Praia.
Acho que elas não vão jogar.
Aprenderam aqui em casa, a colocar tudo em sacos e depois jogar na lixeira maior.
E não sei como se escreve Pic Nic. Então vai assim mesmo.
O importante e que entendam.

O porta-guardanapo
Vou servir Rotolone com molho de tomate, acompanhado de torradas.
Como sobremesa, frutas.
Quais frutas? Abacaxi, melão, caqui, manga rosa, morangos e kiwi.
Se fizerem questão de alguma coisa mais doce, tenho um bolo de noiva ou bolo de rolo.

Vou usar meus porta-guardanapos de rosa que comprei numa FENEART (feira de artesanato).
É lindo e não foi barato, na ocasião.

Liliane

sexta-feira, abril 07, 2017

Tia Maísa

Querida tia
Hoje seria o aniversário de minha tia mais querida.
Minha tia Maísa querida que teve participação na minha vida, na nossa vida.
Na vida de meu pai, de quem era irmão e na da minha mãe.
Éramos felizes.
Eu procuro não lembrar dela.
Porque lembrar dá muita saudades e saudades dói.
Dói e não tem remédio.
Com Beatriz e Érica
Ainda bem que, em vida, não cansei de dizer a ela o quanto a amava e da importância dela na minha vida.
Minha tia querida
Continuo te amando, tia Maísa.
E seguindo a vida como você me orientou.
Liliane

segunda-feira, abril 03, 2017

A professora de piano (La pianiste)

Isabelle Huppert
Esse foi outro filme que ganhei do Hugo, do blog que já me referi na postagem anterior.
Adoro ler as resenhas de filmes feita por ele, Hugo, que entende do assunto.
Assim desperto para coisas que talvez passassem desapercebida.
A carta cheia de loucura escrita pela personagem (Erika)
Esse filme é muito bom. 
E atriz Isabelle Huppert está magnífica, no sua personagem beirando a loucura.
Assim como Nora Ephron  repetia o que a mãe dizia, Tudo é Cópia, eu acho que "tudo é genético".
O pai da personagem está internado num Sanatório para  doentes mentais.


"Erika Kohut (Isabelle Huppert) trabalha como professora de piano no Conservatório de Viena. 
Ela não bebe nem fuma, vivendo na casa de sua mãe (Annie Girardot) aos 40 anos. 
Quando não está dando aulas Erika costuma frequentar cinemas pornôs e peep-shows, em busca de excitação. 
Logo ela inicia um relacionamento com Walter Klemmer (Benoît Magimel), um de seus alunos, com quem realiza vários jogos perversos".


Com a mãe.




Obrigada, Hugo.
Liliane

sábado, abril 01, 2017

Obrigada, Hugo - A difícil arte de amar

A difícil arte de amar, o filme de 1986.
Ontem, recebi uns DVDs que o querido Hugo, do Blog sobre cinema www.cinema-filmeseseriados.blogspot.com mandou de presente
Obrigada, Hugo.

E no pacote de DVDs veio esse filme (A difícil arte de amar) que estava tentando vê fazia um tempo.
Como fiquei contente. Obrigada, novamente, Hugo.

Sou fã da Nora Ephron roteirista desse filme.
Nora Ephron  faleceu de Leucemia em junho de 2012.
Li todos os livros que ela, roteirista, escritora, escreveu e que foram publicados por aqui.

Heartburn (O amor é fogo)foi escrito em 1983, anos depois do casamento dela com o jornalista Carl Bersntein (1976 a 1980) ter acabado.
E o fim desse casamento que foi muito dolorido, a gente sente na leitura do livro.
Ela estava grávida do 2º filho com Carl Bersntein.

O filme, dirigido por Mike Nichols falecido em 2014, teve outros bons filmes no curriculum.
Com a filha
"Em um casamento Rachel (Meryl Streep), uma escritora de matérias culinárias de Nova York, conhece um colunista de Washington, Mark (Jack Nicholson), e logo estão casados, apesar das reservas dela contra tal tipo de relação. Eles compram e remodelam uma casa, têm uma filha e ela pensa que tudo corre às mil maravilhas, até descobrir que Mark estava tendo um caso enquanto ela estava grávida pela segunda vez".
O assalto
Kevin Spacey, faz uma ponta no filme.
Na maternidade
 A trilha sonora com a música linda de Carly Simon, "Coming Around Again" e muito bonita e marcante, eu acho.
Nora Epfron
Os livros de Nora Epfron lançados aqui e que já li são: O amor é fogo(1983); Meu pescoço é um horror (2016); Não me lembro de nada (2010).

E sua vida como roteirista foi rica em sucesso, para mim.

Liliane


quinta-feira, março 30, 2017

Flight


    "Quando o motor de seu avião dá problema, um piloto consegue salvar a aeronave e seus passageiros, tornando-se um herói. Quando a Administração Federal de Aviação investiga e acha evidências de abuso de drogas, o problema é posto de lado para tentar preservar a imagem do capitão, que está tentando mudar o rumo de sua vida."

Os atores
Assisti ontem esse bom filme num dos Canais de Sky.
Me incomodou vê Denzel Washington fazendo um papel de alcoólatra.
Mas, faz parte.
O filme é muito bom.
Liliane