Minha lista de blogs

quarta-feira, junho 19, 2019

Meu anjo




Assisti no Telecine esse filme francês de 2018.

A prostituta Marlène (Marion Cotillard) tem uma filha de oito anos, Eli (Ayline Etaix) a quem não dispensa nenhuma atenção e vive em bebedeiras, festas e a procura de homens. 
Ela até consegue  um marido mas na festa de casamento, embriagada, tem relações sexuais com um convidado.
Numa das muitas ocasiões que vai para uma Boate, sempre com a filha ela consegue um homem.
Ela larga a filha num táxi e desaparece por muitos dias.
É angustiante vê a filha tentando falar com a mãe por telefone e está na Caixa Postal.
Eli fica em casa, abandonada e fazendo uso de bebida alcoólica porque é que ela vê a mãe fazer.
Numa das vezes, sozinha num Parque de Diversões ele vê Julio (Alban Lenoir) a quem se apega para se salvar.

Gostei do filme.
As fotografias são bonitas.
E a atriz Marion Cotillard está muito bonita.

Liliane


terça-feira, junho 18, 2019

Vaga para deficiente



No mínimo, uma vez por semana, eu reclamo de quem coloca o carro em Vaga Exclusiva para deficiente.
E isso é apenas nas horas que entro ou saio do Estacionamento do Supermercado Extra, onde fica a SmartFit, a Academia.
Nunca adiantou.
Mas eu continuo"informando".
O pior é vê a cara de imbecil que eles fazem quando eu "informo" sobre a vaga.
Mesmo assim, não desocupam.
Se eu pudesse, furava um dos pneus.
Se pudesse também, tornava-o deficiente.

Liliane


domingo, junho 16, 2019

Mértola - Vila no Alentejo

Ninho de cegonha em cima de poste




Eu me apaixonei por essa Vila (Mértola) e que fica nas margens do Rio Guadiana e que foi ocupada por Árabes durante  muitos anos.
É uma Vila pequena com poucos habitantes.
Mas é linda e limpa como tudo que vi em Portugal.
Conheci acho que umas 31 cidades em 22 dias.
Fotografei todas.
Todas as cidades que conheci tinham Castelos ou Mosteiros ou Monastérios  ou Ruínas.
Portugal é história viva.
E tudo muito bem preservado.
Por isso os muitos e muitos ônibus de turismo.

Alugamos um carro por 20 dias e fomos seguindo o Roteiro feito com antecedência.
De carro alugado temos liberdade para fazer e seguir o Roteiro.
Meu erro foi não ter lido sobre as cidades onde íamos nos hospedar e íamos conhecer.

Liliane

sexta-feira, junho 14, 2019

Érico Veríssimo









Acabei de reler "Solo de Clarineta" Volume I do querido Érico Veríssimo.
Fazia tanto tempo que eu tinha lido que se não fosse os textos grifados com marcadores  cor amarela e que já estavam desbotados, eu não saberia que já tinha lido.
Agora minha marcação é diferente. 
E permanente.
Com caneta tipo Bic e Post It




Agora vamos para o "Solo de Clarineta" Volume II que foi concluído após sua morte em 1975.

Minha filha Érica tem o nome em homenagem a ele.
Pena que ele morreu bem antes dela nascer.

Liliane

quinta-feira, junho 13, 2019

Praia de Boa Viagem







Hoje, amanheceu chovendo.
Mas ontem as fotos na minha caminhada, ficaram assim.
Lindas, não é?

Liliane

quarta-feira, junho 12, 2019

Graciliano Ramos







Sou apaixonada pelos livros escritos por Graciliano Ramos.
É daquelas paixões que você nem sabe porque tem, mas tem.
Ele foi Eleito Prefeito de Palmeiras do Índios no Estado de Alagoas em 1927 mas renunciou ao Cargo em 1930.
Não tinha jeito para Política.
Esse trecho que fiz escaneamento e enviei ao Dr. Eduardo Luna, um advogado apaixonado por Literatura e por Graciliano Ramos, que conheci pela Internete, é uma raridade.
Não sei como tenho. 
Não lembro como consegui. 
Certo é que não ganhei.
Estes Relatórios que constam do volume de "Brasiliana EntreLivros" foram responsáveis pelo início de sua carreira literária, assim que o Editor Augusto Frederico Schmidt, identificou o talento de um escritor.






Liliane

segunda-feira, junho 10, 2019

Gauguin - Viagem ao Taiti





Assisti ontem esse filme que me parecia interessante.
Gosto de Biografias e de Documentários.
É a história do Pintor Gauguin (Vincent Cassel) que em 1891 decide por conta própria ir viver no Taiti imaginando que basta pescar e caçar e que poderia pintar e pintar
O pintor é um marginal.
Faz pinturas que não conseguem ser vendidas
Vive de bebedeiras.
Passa as noites em cabarés.
Ignora a esposa dinamarquesa e os muitos filhos que tem.  
Ignora também o que é viver num país diferente de onde vem, quando resolve se exilar no Taiti.
Acaba vivendo na selva, solitário, pobre e doente
Lá, conhece Tehura (Tuhei Adams), uma nativa e vai viver com ela e a Tehura passa a ser o tema de suas pinturas.
O filme não mostra o período que ele viveu com Van Gogh.
Gauguin morre aos 55 anos, pobre, sujo, diabético e sifilítico.

Gostei do filme.
 
Liliane