Minha lista de blogs

terça-feira, janeiro 26, 2021

Papai



Recebi de minha irmã, essa foto de meu Pai quando ele tinha vinte e poucos anos.

E a foto da Caixa que minha irmã Rosário fez, com a foto deles em algum tempo da vida.

Lembro que ele era muito, muito carinhoso conosco.

Gostava de beijar, gostava de abraçar, gostava de falar das estrelas, em noites estreladas.

Não sei se amei-o o tanto que merecia.

Mas, amei.

Liliane


 


segunda-feira, janeiro 25, 2021

Filho Culto (?)



 Ontem, achei esse livro comprado pelo meu filho com essa dedicatória que me deixou feliz.

Era da autora do Livro "A corte infiltrada"  que vou ler e foi escrito pela Dra. Andrea Nunes, Promotora de Justiça e especializada em Gestão Governamental.

Ainda não li o livro que chegou aqui agora mas, vou ler.

O que me encantou foi a dedicatória dela para meu filho.

Junior sofreu com isso, quando criança.

Gostava de ler e usava óculos porque é Míope.

E por isso, achavam que ele era culto.

Eu acho que ele é mas, dentro do limites. 

Fotografei e mandei para ele que nem lembrava da dedicatória, mas que fez elogios ao livro e a escritora.

Liliane

domingo, janeiro 24, 2021

Ralp Lauren Documentário





 

Assisti ontem, acho que no HBO Mundi, um Documentário sobre Ralph Lauren.

Foi muito bom, muito interessante e me fez entender o valor e o prestígio desse Estilista.

Além de um homem bonito, tem um a família muito bonita e unida.

Sempre que viajo compro Perfumes Polo, da Ralph Lauren para meu filho, para mim e para presentear.

Compro quando encontro em Promoção.

O preço é sempre caro, para mim, mas compro.

Essa é a história dele que encontrei na Internete e que é muito igual ao Documentário.

"Quem olha para o estilista Ralph Lauren nos grandes desfiles de moda, apresentando suas famosas coleções de roupas masculinas, não imagina os caminhos trilhados por ele até se tornar um dos ícones fashion. 

Ralph Lifschitz nasceu no Bronx em 14 de outubro de 1939 — e foi justamente no Bronx que seu empreendedorismo se fez presente.

De origem humilde, Ralph aproveitava os intervalos na escola para vender gravatas para seus colegas e funcionários do local. 

Seu sobrenome Lifschitz difícil de pronunciar, foi motivo da troca para Lauren. 

Adotou esse novo sobrenome.

Na década de 1960, Ralph serviu ao Exército dos Estados Unidos. 

Ao voltar, ele trabalhou como balconista e como vendedor de gravatas. E foi esta experiência como vendedor de gravatas que fez com que Ralph constatasse algo que mudaria sua vida para sempre.

Ele criava os modelos de suas gravatas

Em 1964 casa-se com Ricky Anne com quem tem 3 filhos (Andrew, David e Dylan).

Sempre foi sofisticado e sofisticação sempre foi a sua meta. 
Desde adolescente, ele admirava a elegância natural do duque de Windsor, dos atores Cary Grant, Fred Astaire,  Audrey Hepburn e da atriz Greta Garbo, gente que não precisava exibir etiquetas para se destacar. 
E quando viu que as portas do mundo da moda se abriam para ele, decidiu que suas roupas seriam, antes de tudo, sofisticadas. 
E assim construiu um império que além de roupas, perfumes, faz parte objetos para casa."

E Viva Ralph Lauren!

Liliane

quinta-feira, janeiro 21, 2021

Que fez? Quem me mandou?






 

No Blog tem dessas coisas.

Encontrei a família de bonecos coelhos que ganhei que alguma amiga que me acompanhava por aqui.

E ela desapareceu.

Por que tem que ser assim? Aparece e desaparece?

Hoje, fazendo uma arrumação na minha Biblioteca, mas não nos livros, encontrei a família de coelhos.

Tiramos a poeira e colocamos no mesmo lugar.

Sei que quem fez e quem me deu, desapareceu permanentemente.

Uma pena.

Liliane

quarta-feira, janeiro 20, 2021

O livro que ganhei


 

Não sei  como esse livro apareceu aqui.

Ou melhor, não sei onde Érica achou esse livro.

É novo e nem tem qualquer indicação de que foi lido.

Gostei de ter ganho.

Certamente, não vou ler sobre todos os grandes Escritores.

Mas os que me interessam, vou ler.

Presentão.

Liliane

segunda-feira, janeiro 18, 2021

"Ninguém escreve ao Coronel"- Gabriel Garcia Marques


 Depois que vi um Documentário sobre a vida de Gabriel Garcia Marques, não posso deixar de ler esse livro.

Amo Documentários principalmente de quem admiro.

Esta é um livro de poucas páginas e que conta uma história de tristeza e decepção.

No Documentário ele diz que era um dos livros preferidos dele, pelas lembranças que tinha do avô, "Coronel" que passou a vida esperando receber Cartas.

Não gosto de "Cem anos de Solidão", o livro mais famoso dele.

Liliane

sábado, janeiro 16, 2021

Meu carro saiu no @Recife Ordinario


 Este é meu carro.

Um Étios, da Toyota.

Ontem, a foto do meu carro saiu numa página do Instagram chamado @recifeordinario e foi uma loucura de mensagens que recebi da família e de quem me conhecia.

A foto foi feita num dia qualquer no estacionado no Shopping Center Recife, numa manhã de dezembro em que estive lá.

Enfeito meu carro, desde sempre.

Acho que esse é o terceiro ou quarto carro que coloco "Boca, Cílios e Flores".

Vi carros enfeitados e por isso imitei, numa das minhas viagens para os Estados Unidos.

Acho bonito.

Na época natalina coloco também, Guirlanda.

Neste dezembro de 2020, não coloquei Guirlanda porque com a Pandemia, tenho saído muito pouco.

E, é isso aí.

O carro é meu e vou enfeita-lo sempre.

Liliane