Minha lista de blogs

sexta-feira, abril 01, 2016

O Calvário de Acácio

Não queria escrever sobre isso.
Até porque, não achei no Notebook alguma fotografia do Acácio.
Mas tenho muitas fotos dele no meu computador.
Como a CPU, deu problema e não voltou a ligar mesmo depois de levar uns bons murros, estou no Notebook.
E aqui, como já disse, não achei foto do Acácio.
Queria mostrar o Acácio, uma pessoa boa, habilidosa e atenciosa. 
E aí pedi ao amigo Carlos Gutierrez, que me enviasse alguma foto.
Vou torcer para que chegue, a foto, antes de terminar a postagem.
Conheci Acácio através do Carlos.
Há anos Carlos pediu que se eu tivesse oportunidade conseguisse um emprego no Hospital, onde vivo minha vida de médica de serviço público.
Daí houve oportunidade de inscrever o Acácio, na empresa prestadora de serviço para o Hospital.
E depois de teste ele foi contratado.
Ele é pedreiro, eletricista, encanador e mais algumas coisas.
Tudo que eu e qualquer pessoa precisa.

Agora vai o "calvário".
Acácio está com Cálculo Renal, há no mínimo 10 meses.
A suspeita clínica foi confirmada, numa USG de 20/01/16.
Já pensou o que é ter Cólica Renal há quase 1 ano?
Pois é assim que o pobre Acácio tem vivido. E trabalhando.
As dores intercalam com dificuldade de urinar e com hematúria(sangue na urina).
Desde a data da USG que ele tenta ser encaminhado para um Urologista, cirurgião.
Só para um encaminhamento, a consulta foi marcada para o final de abril, acredita?

O que eu posso fazer? Muito pouco.
Não é correto, pelo menos para mim, pedir para algum colega passar o Acácio na frente de outros pacientes. Não é justo com quem, como ele, aguarda uma consulta.
Sei que tenho mil colegas que fazem isso. Mas, não faço.

O que fiz, ontem. 
Mediquei-o com Calculina, a medicação homeopática(nem acredito em medicação natural) da Farmácia Sabino Pinho, que eu tomei e que para minha surpresa, já diluiu cálculos renais que tive, em 2 ocasiões( minha cirurgia já estava marcada).
E dei, para ele, uma garrafa para água que ele deve andar com ela pendurada na cintura, na hora que estiver trabalhando. Beber, água é super importante.
E vou tentar uma outra medicação que faça o ureter dilatar para o cálculo descer.
Não sei se o tipo de cálculo de Acácio é igual ao meu.
Se tiver a sorte de ser, estará salvo.

Vc pensa que eu acho que o problema é dos médicos?
Não. Não acho. Sei que não é.
O problema é esse sistema falido do SUS.
É impossível um médico atender, num plantão, a quantidade imensa de pacientes que procuram atendimento.
Sem falar na total falta de estrutura nos serviços de saúde.
E atendimento hospitalar ou ambulatorial não depende só de médicos.

Bom, acabei de escrever e a foto do Acácio não chegou.
Depois ponho foto do meu bom Acácio.
Liliane

16 comentários:

Pedrita disse...

nossa, que perigo, não só a dor, mas pq as pedras dão infecções. uma conhecida não deu bola, tomava antibiótico e nada fazia, perdeu um rim. é muito sério o sistema de saúde não cuidar. pq agora é mais fácil. fila de transplante é difícil, é caro pro sistema, hemodiálise. o brasil cuida pouco demais de prevensao gastando muito com problemas q podiam ser resolvidos no começo. sim, o problema não é do médico. em matérias sobre precariedade, um médico falava sem querer mostrar a cara. e chorou copiosamente por não poder atender corretamente os pacientes. triste. e volto a dizer, é muito mais caro deixar como deixam, pra qd tudo estiver fora de controle. tão falando q zica nao tem vacina, q é primordial. gripe tem, agora casos e casos de h1n1 aqui e só uma minoria tem acesso gratuito a vacina. o q adianta vacina se a população nao tem acesso? beijos, pedrita

Bell disse...

São muitos pacientes para poucos profissionais, tanta gente sofrendo...

bjokas =)

✿ chica disse...

Que pena isso! Ele está sofrendo e infelizmente, devem muitos outros dele ter pelo Brasil afora! Triste realidade! bjs, chica

Debora disse...

Que bom que você pode atendê-lo. Se não resolver o problema, espero que pelo menos ele pode ter mais conforto enquanto espera.

Impostos muito caros para o nível de serviço que recebemos em tudo, seja SUS, educação, segurança... Será que isso muda um dia? Não acredito que eu viva para ver isso. Quem sabe outra geração.

Patricia Merella disse...

Sabe Liliane,você diz que moro no paraiso,as vezes penso que sim.
Nunca me acostumei com o "sistema Brasileiro",este foi meu motivo de querer sair do Brasil.Como o Brasil, um país tão rico,se paga tantos impostos e nada volta para o cidadão? Sempre tive plano de saúde,sempre tive uma condição razoável,mas já vi tanta gente sofrer e em muitas vezes não podia fazer nada.Sempre trabalhei em causas sociais,virei uma revoltadinha da familia,tenho em mente cenas que nunca vou esquecer.Como de uma criança com o típano estourado,cheio de bichos,fedendendo,uma criança linda que em missão eu desabei.A psicologa do grupo que eu trabalhava ,proibiu-me por um tempo de fazer este trabalho.Meu Deus,porque tantas indiferenças? Estou na torcida pelo senhor Acacio!
Feliz final de semana querida,beijinhos

O meu pensamento viaja disse...

Liliane creio que a dor provocada pelo cálculo renal é a mais lancinante de todas, mas, ainda que não fosse, não é minimamente aceitável que alguém tenha que esperar por socorro durante 1 mês!
Oxalá o produto homeopático funcione. Oxalá!

Montana disse...

Liliane, Felizmente você ajudou o Sr. Acácio, oxalá resulte.
Por cá os nossos serviços de saúde não são os melhores do mundo, mas pelo que você conta aí é bem pior. Nós por cá temos médico de família que nos segue nos problemas de saúde do dia a dia e só em casos mais complicados é que somos mandados para o hospital. Tenho sorte com o médico de família que me acompanha. É muito interessado e preocupa-se com os seus pacientes.
Bjs.

Anônimo disse...

O meu Deus tomara que os medicamentos funcione, e façam o mesmo efeito que fez para ti!
Um super abraço Marlene PR

Christiane Garcia disse...

Liliane, espero que o medicamento funcione. Vivemos o caos . :(
Um grande bj para vc.

Jussara Neves Rezende disse...

Que pena do Acácio, Liliane! Tomara que esse medicamento tenha para ele o mesmo efeito que teve para você.
Saúde, educação, saneamento básico, segurança... Juro se pelo menos isso tivéssemos eu nem sonharia com mais!

AnaCristina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
AnaCristina disse...

Liliane, eu tenho convenio medico "particular", ou seja, eu mesma pago a mensalidade há uns 30 anos, não é pela empresa (não compensa pra mim). Qualquer dia vou tirar uma foto da sala de espera do atendimento de emergência do convênio. Se aquilo é pago, não consigo imaginar como é o SUS. Mamis teve zika, ou dengue, essa semana. Não sentiu nada, só ficou com a pele vermelha mas já sumiu. Segunda feira passada ela foi ao hospital e esperou tres horas pra ser atendida e mais duas horas pra ser liberada. Eu tive zika tambem, ou dengue, no final de fevereiro. Fui ao hospital durante o dia e não tive coragem de entrar. Voltei no meio da madrugada, as quatro horas da madrugada e o hospital estava vazio. Fui atendida em 15 minutos. Atendimento péssimo mas fui atendida. Outro dia vou te contar sobre meus cálculos nos rins (nos dois) e na vesicula. Bom final de semana, bjo bjo

Elaine disse...

olá... tô com o braço quebrado e não dá pra fazer nada. até pra digitar é ruim.
Espero que esse paciente consiga ficar ficar bem.
bjus.

Hugo disse...

Liliane, o SUS é um verdadeiro caos. Aqui em SP quem precisa deste serviço sofre e muito. Já levei pessoas da família para tentar consultas e exames, mas é quase impossível. Aqui você consegue uma consulta a cada quatro, cinco meses, é um absurdo.

Sabendo da situação, muitos médicos que atendem particular se aproveitam cobrando de R$ 300,00 a R$ 500,00 uma simples consulta.

Ainda bem que agora estão surgindo algumas clínicas para quem não tem convênio, que cobram as consultas na faixa de R$ 100,00. Por enquanto ainda são poucas, mas se tornam opção para muitas pessoas que não pode pagar planos.

Eu citei esta sua postagem na minha postagem de hoje, inclusive coloquei o link como exemplo do que eu comentei por lá.

Bjos

Fátima Oliveira disse...

Oi Liliane, marido já teve pedras nos rins e vi o sofrimento, muita dor, espero que Acácio se recupere logo e que consiga logo atendimento.
Eu tive um pequeno derrame no meu olho esquerdo, o médico falou que não era nada grave, só externo e com umas duas semanas, já estaria normal, mas andei evitando de ficar no pc, por isso estava sumida de novo, rsrs.
Beijos.

Crocheteando...momentos! disse...

Espero que o Acácio tenha sorte de melhorar com a sua ajuda e wue encontre forma de resolver um problema bem doloroso!
Bj