Minha lista de blogs

quinta-feira, novembro 10, 2016

Tomateiro

Tomate cereja
Na madrugada passada, em torno da 4.30 h da manhã, entrou um ladrão "pé de chinelo", pulando a murada da frente do edifício e quebrou um galho grande desse tomateiro.
Uma pena.
Estava lindo.
Continua lindo e cheio de tomates, mas o galho quebrado foi grande.
E esse infeliz, foi para a garagem e roubou exatamente a bicicleta que não tinha corrente.
Ontem, mesmo, chamei o técnico da Empresa que nos presta serviço de segurança(Câmeras, portões) para tentar identificar o marginal.
E vê qual a facilidade que ele encontrou.
Era um rapaz magro que começou desligando o motor do portão de saída dos carros, portanto o portão ficou abrindo manualmente, daí abriu uma brecha no portão, foi para garagem, os sensores de presença, acenderam, ele pega a bicicleta e sai tranquilamente pelo portão.
Quando o Porteiro Noturno percebeu o portão meio aberto, não deve ter entendido nada(?), mas viu o bandido já na rua.
Ele correu, coitado, e foi no Posto Policial que tem na nossa esquina.
Mas, o que a Polícia pode fazer? Nada.
Tudo isso é num tempo muito curto.
A bicicleta roubada foi a do marido da vizinha-amiga, delegada.
Mas dessas delegadas que acham que o bandido tem sempre razão(risos).
Não, ela não é assim. Mas é quase assim.
Sempre que falo, "bandido bom é bandido morto", ela quer me convencer do contrário.
Pelas nossas câmeras não dá para identificar o rosto do marginal.
E se desse o que íamos fazer? Infelizmente, nada.
Desconfio desses entregadores de água.

E o pé de tomate?
Continua bonito do que sobrou.

Quem acha, como eu, que "bandido bom é bandido morto", levante o dedo, please.
Não é possível que só aqui em casa a gente pense assim.
Liliane

15 comentários:

Bell disse...

Provavelmente é alguém que já foi no prédio e sabia exatamente onde ir.

bjokas e um ótimo dia =)

Pedrita disse...

muito chato. aqui cadeado em bicicleta não resolve. usam muitas artimanhas para garantir os seus pertences. beijos, pedrita

Os olhares da Gracinha! disse...

Liliane...no Porto na garagem do prédio ... meu carro já foi vandalizado algumas vezes e o quaro de arrumos também!
Também já fui assaltada em pleno dia e na via pública!
Uma revolta se apossa de nós e quando fui identificar o ladrão de uma das vezes...passado um ano...não cinsegui conter as lágrimas!
Desde que estou ns aldeia...já arrombaram duas vezes o quarto de arrumos!
Desconfiamos de um jovem drogado de boas famílias que vive no prédio!
Por isso...a bicicleta não deve aparecer mas o tomateiro vai sobreviver!
Detesto gente que rouba! Bj

Os olhares da Gracinha! disse...

Consegui...

Os olhares da Gracinha! disse...

Liliane...no Porto na garagem do prédio ... meu carro já foi vandalizado algumas vezes e o quaro de arrumos também!
Também já fui assaltada em pleno dia e na via pública!
Uma revolta se apossa de nós e quando fui identificar o ladrão de uma das vezes...passado um ano...não cinsegui conter as lágrimas!
Desde que estou ns aldeia...já arrombaram duas vezes o quarto de arrumos!
Desconfiamos de um jovem drogado de boas famílias que vive no prédio!
Por isso...a bicicleta não deve aparecer mas o tomateiro vai sobreviver!
Detesto gente que rouba! Bj

✿ chica disse...

Que coisa isso! Eles estão sempre por perto! bjs, chica

O meu pensamento viaja disse...

Liliane, já ouvi essa mesma frase da boca de um agente da polícia. É politicamente incorreta, mas quem sofre um assalto (eu já sofri) sente uma raiva imensa perante a impunidade dos malfeitores.
O tomateiro sobreviverá ainda mais forte, verá.

A minha oferta foi sincera e tenho o maior gosto em enviar as meias. Mesmo! É só dizer o tamanho e a cor preferida.
Portanto a oferta continua válida.
Beijinhos

Zilnete Antunes disse...

Oi Liliane!
Não sei se fico triste pelo tomateiro, por quem perdeu a bicicleta, ou por todos nós que estamos sujeitos a isso todos os dias!
Fica uma sensação ruim,não é? Onde vamos parar, amiga?
Bjos!

Maria Alice disse...

Ai Liliane, esses ladrõezinhos dão trabalho! Tinha um senhor, nosso vizinho, que dizia:já que não tem pena de morte, melhor que não tivesse nascido. O tomateiro vai se recuperar

Patricia Merella disse...

Olá Liliane,o tomateiro com certeza sobreviverá,mas esta insegurança, que vive os Brasileiros, isto sim é grave e triste.Beijinhos

Além da Rua Atelier por Veronica Kraemer disse...

Que chato isso, Lili...
Rouba, quebra a planta e sai na boa...
Affffff, dá muita reiva mesmo!
Beijos

Debora disse...

Bandido bom é bandido morto, SIM!
Não aguento mais essa onda de politicamente correto. Se alguém ainda pega o marginal e dá uma surra, vai ter gente para criticar.

Zizi Santos disse...

Liliane
nem se preocupe,
ladrãozinho tem o destino selado !
o tomateiro sobreviverá,
quanto a bicicleta.... lamentável perda!




Jane Quintela de Carvalho disse...

Oi Liliane... com essa onda de politicamente correto nem podemos falar isso né? Mas é o que a maioria da população que ainda é honesta pensa... beijosss!!!

Elaine disse...

olha só... seu tomateiro tá muito parecido com o daqui de casa, plantado em vaso e do mesmo tamanho. Aqui quem plantou foi meu filho.