Minha lista de blogs

domingo, novembro 06, 2016

A fotografia oculta de Vivian Maier

Vivian Maier- Documentário
Já tinha tomado conhecimento desse Documentário e como sou apaixonada por Documentários, assisti agora de manhã, no HBO Signature, esse belíssimo Documentário.
O Documentário é dirigido por John Maloof que estava a procura de fotografias antigas sobre Chicago para um livro que pretendia escrever quando compra numa Casa de Leilão, um lote de caixas com negativos.
O acervo é enorme e ele precisa de ajudar para revelar aquele monte de negativos, todos bem arrumados e das caixas que encontrou com rolos de filmes.
Não se sabia nada sobre a vida de Vivian Maier, até que ele vai atrás de pessoas e de famílias tiveram Vivian como Babá.
E o Documentário mostras essas pessoas já adultas mas com as lembranças que tiveram dela, na infância, quando cuidada por elas.
Mas as pessoas lembram só do trabalho dela. Nada da vida dela, se sabia.

Exposição
Vivian Maier trabalhou a vida toda com babá em casas de famílias ricas em Chicago e que usando uma Rolleiflex registrou, anonimamente, o cotidiano da vida urbana da cidade, na segunda metade do Século 20.
A Rolleiflex dela era daquelas que você vê a imagem por cima.
Não precisa levantar a máquina. Basta olhar o visor que fica na parte de cima.
Então, ela ia vendo a sem nem se saber já estava clicando.
Ela nunca publicou.
Tinha um temperamento estranho e solitário. 
Nascida em 1926, faleceu em abril de 2009.
Nos últimos tempo de vida, frequentava um banco de praça e foi vista algumas vezes procurando comida em lixos.
Mas tem fotos, belas fotos de coisas encontradas em lixos. Bonecas, por exemplo. 
E as raras pessoas que viam a Vivian, no final de vida, sentada num banco de praça, nunca conseguiram manter uma conversa com ela.
Até que um dia, teve um desmaio e foi chamado a Ambulância.
Ela pedia para não ir, mas o Para-médicos, acharam por bem leva-la e desde então ela não foi mais vista.

Ela

A solitária Vivian
As fotos dela são as fotos que eu gostaria de bater sem medo de ser assaltada.
Só fotografo assim, quando estou bem longe desse país desgraçado e sem jeito.
Por isso, preciso viajar para ter um dias de vida sem medo.
Flash

Flash

Caixas encontradas no depósito

Malas que estavam no depósito
Vivian Maier nunca revelou suas fotografias, talvez porque não tivesse condição.
Mas encontrou um num dos meninos de quem cuidou que alugasse um galpão para guardar tudo que ela tinha acumulado ao longo da vida.
E foi por isso que o John Maloof teve acesso a esse extenso material.
Em sua busca, John Maloof não encontrou qualquer parente da solitária
Jornais arquivados.
O Documentário é muito bonito.
Tem depoimentos de vários adultos que foram cuidados por ela.
Dou nota 10.
O Hugo, certamente, não daria essa nota.
Quem gostar de Documentários e de fotografias, assistam.
Deve ter até no Youtube.
Liliane

11 comentários:

Patricia Merella disse...

Adoro documentários Liliane. Vou levar a sugestão. Eu te entendo.Já faz 11 anos q vivo fora do Brasil e nunca voltei. Todos criticam -me ;mas cada um tem suas razões. Eu n me sinto preparada para visitar o Brasil. Fui assaltada muitas vezes, vivia com medo.Tanto tempo fora que criei pânico. Não tenho TV Brasileira paea n saber de nada negativo. Quero guardar comigo o melhor do Brasil. Um dia, quem sabe eu tome coragem. Bom Domingo, beijinhos

Pedrita disse...

ah, não conhecia. adoro fotografias. obrigada por compartilhar. beijos, pedrita

olhodopombo disse...

Quando esse fotografo começou a pesquisar sobre ela, um jornal americano fez uma matéria sobre ele, seu documentário e a Vivian, a fotografa anonima e oculta. A folha de são paulo reproduziu a materia nu caderno de cultura. Eu fiquei fascinada pela historia dela. Algumas revistas de fotografias também fizeram comentários sobre a fotografa, seu anonimato e o documentarista.

Os olhares da Gracinha! disse...

Liliane deve ser bem interessante este documentário por isso vou estar atenta!
Bj amigo

Hugo disse...

Legal sua dica, primeira vez que leio sobre este documentário.

Não sou entusiasta de fotografias, mas o tema do doc é bem interessante.

Eu já assisti "A Tortura do Silêncio". Hoje não encontrei no Youtube. Acredito que você encontre para download ou em DVD. É um belo filme.

O meu pensamento viaja disse...

Liliane fiquei muito interessada e tentarei ver esse documentário. Vou procurar.
Dióspiros são caquis, sim! Adoro!
Boa semana.
Beijo

Zulmira Romariz disse...

Documentários, também gosto muito de ver, esse achei interessante, bjs e boa semana

Bruxa do 203 disse...

Esse documentário parece incrível. É impressionante como tem gente com passado interessante e depois foi parar nas ruas.

Jane Quintela de Carvalho disse...

Oi Liliane... que história fantástica, vou procurar por aqui este documentário, valeu pela dica!!! Beijosss

Zizi Santos disse...

Também gosto de documentários
aqui,assistimos a vários.
Netflix , e o canal animal planet são nossos preferidos
mas ainda não assisti esse sobre essa fotografa
Que triste fim. As vezes uma pessoa tão talentosa
vive solitária e nem se tem a chance de conhece-la
só depois de morta.
Vou procurar ver

Pedrita disse...

é realmente incrível. reclusa, reservada, e com um olhar tão peculiar sobre o mundo que está inserido. obrigada por me apresentar a esse documentário. amei.