Minha lista de blogs

sexta-feira, abril 24, 2015

Dona Júlia, minha 1ª Professora

Olha só o que consegui encontrar!
Viva a Internete!
Como eu acharia a foto de minha 1ª Professora se não fosse por aqui?


Fiquei super emocionada quando recebi a foto de dona Júlia, nossa querida professora.
O filho, Eduardo, esse Oficial-Médico da Aeronáutica(na foto) foi meu colega de turma, na Faculdade.
Depois de formado, ele foi para São Paulo, fazer residencia e por lá ficou.
Eu, burramente, não sabia que o tempo passava e não preocupei de criar laços, definitivos, com todas as pessoas que passaram não minha vida.
E agora não tem mais jeito.
Dona Júlia foi uma dessas pessoas.

Agora pelo WhatApp, que o Eduardo nem sabe usar, foi um neto dele que enviou, consegui essa foto da minha querida professora.
Ela era assim, como essa foto colorida.



Dona Júlia e Eduardo.
Eu e meu irmão fomos alunos da Escolinha Particular que ela tinha, na casa dela.
Nunca casa de Vila, onde nós também morávamos.
As aulas eram na sala da casa dela. 
Puxa! Como lembro da sala, das cadeiras, dela, no centro da sala.
Éramos muito pequenos, acho que tínhamos uns 4 a 5 anos. 
Morávamos quase na mesma quadra.
E eu e meu irmão, de mãos dadas íamos para aula.
Nosso lanche no 1º dia de aula foi pão com doce de coco. Será que foi?
Não tenho mais como saber.
Nem sei o tempo que fomos alunos dela.
Nem tenho mais como saber.

Dona Júlia tinha 3 filhos. Edna, Elisa e Eduardo. 
Elisa, catava arroz na mesa da cozinha e eu ficava junto dela, na hora do recreio, vendo catar arroz, que era um coisa, completamente, estranha para mim.

Eduardo diz que dona Júlia, tinha muito orgulho de nós(eu e meu irmão), porque nós priorizamos os estudos e nos formamos.
Com a mãe que tínhamos, não poderia ter sido diferente.
Liliane

 

18 comentários:

Pedrita disse...

que bacana. é muito bom lembrar de professores que fizeram a diferença na nossa formação. beijos, pedrita

✿ chica disse...

Que lindo achado esse!Chega a emocionar,não? bjs, chica

Mona Lisa disse...

Penso que nunca esquecemos o professor da primária.

Nunca esquecerei a minha e vejo pelos meus alunos que a maioria não me esqueceu e até contacto com eles pela facebook.

Beijnhos.

Crocheteando...momentos! disse...

Liliane...eu fui professora "primária" durante 35 anos e ainda hoje recebo telefonemas de alguns alunos!
Sou convidada para os encontros deles e isso me deixa bem feliz!
Espero que tenha boas recordações pois ela não se esqueceu de si!
Bj amigo

Zulmira Romariz disse...

Liliane, estou de volta, que bom é
recordar o tempo que éramos crianças,
e ver as pessoas que fizeram parte
dela, beijos e bom fim de semana

Ana Maria Braga disse...

Maravilhoso achado esse seu. Recordar é viver.
Bjs

Montana disse...

Lembro-me perfeitamente da minha primeira professora. Chamava-se D. Silvina. Encontrei-a numa das minhas últimas visitas a Porto Santo.
Bjs.

dilita disse...

lá Liliane

Passei para agradecer a sua visita no meu Birras. Gostei de ler sobre a Sta.O Luzía - para os cristãos ela é a protectora dos olhos...

Quanto ao arroz de cabidela, pode ser de galinha ou frango.

Esta recordação da sua infância, é maravilhosa... fez-me lembrar a minha professora, santa senhora...

E também outra que distribuia reguadas às dúzias, e também me "mimoseou" com algumas, no pouco tempo que passei nas suas aulas.Essa não era santa, era o oposto.

Beijinho, e bom fim de semana.
Dilita

PequenaIv disse...

Liliane, adorei a sua postagem. Me fez
lembrar da minha primeira professora,
a Dona Sônia.Eu sempre levava buquê
de Rosas pra ela...saudades e boas lembranças!
Sim o tempo passa amiga...
Beijo
Ivete

*

Maria Claudia disse...

Oi Liliane, que alegria sentimos em rever ou mesmo ter notícias de alguém que em algum tempo fizeram parte da nossa vida. Eu adoraria rever ou mesmo saber notícias da minha primeira professora. Nunca me esqueci dela. Seu nome é Marilene. Eu a chamava de Tia Marilene. Que saudades.

Tudo de bom querida e tenha um ótimo fim de semana,bjsssss

Patricia Merella disse...

Tempos mágicos estes Liliane!
Mexer no tempo é como abrir um bau cheio de tesouros! Tenho a minha professora querida no face,seu filho também é médico e fomso colegas,mora la no seu paraiso EUA,beijinhos

Patricia Merella disse...

Tempos mágicos estes Liliane!
Mexer no tempo é como abrir um bau cheio de tesouros! Tenho a minha professora querida no face,seu filho também é médico e fomso colegas,mora la no seu paraiso EUA,beijinhos

Christiane Garcia disse...

Que lindo post! <3 Que maravilha ter uma professora inesquecível! Um grande bj

Debora disse...

Lindo! Fiquei pensando na minha primeira professora, chamada Ana Maria, e também em outras professoras maravilhosas que tive, daquelas que ensinam por vocação. Adoraria ter notícias delas, uma foto de recordação!

Jane Quintela de Carvalho disse...

Ahhh que legal, que lembrança maravilhosa Liliane, eu também gostaria de saber da minha primeira Professora... beijosss!!!

O meu pensamento viaja disse...

É, realmente, comovedor!
Também lembro da minha professora - D. Carmen, refugiada da guerra Civil espanhola. Dava aulas no Colégio dos Ingleses que eu frequentei até chegar ao liceu. Fui muito feliz e amei profundamente essa senhora.
Recordações bloas!

O meu pensamento viaja disse...

É, realmente, comovedor!
Também lembro da minha professora - D. Carmen, refugiada da guerra Civil espanhola. Dava aulas no Colégio dos Ingleses que eu frequentei até chegar ao liceu. Fui muito feliz e amei profundamente essa senhora.
Recordações boas!

Nal Pontes disse...

Que bom Liliane, que pode ter uma foto de sua primeira profª. Eu tenho uma foto da minha, foi ela mesmo que me deu. Essas pessoas que passaram em nossa vida e deixaram marcas, sempre nos emocionam. Bjs