Minha lista de blogs

sexta-feira, junho 22, 2018

O vazio da alma?


Desde que vi a foto (dia 13/06/2018) dessa Escultura e que a amiga Maria (Instagram: @minme.demadeira) descobriu ser de Albert Gyorgy, um escultor húngaro (será húngaro) que durmo e acordo pensando nela.
O nome: O vazio da alma? Melancolia? Solidão?
Qualquer um nome desse se encaixa nesta beleza de escultura.

Parece que ela está exposta nos arredores do lago de Genebra.
Não sei se está exposta permanentemente.

É muito linda.
É muito desesperadora.

Liliane de Paula Martins

18 comentários:

Rejane Tazza disse...

É mesmo IMPRESSIONANTE!! beijos, chica

Isa Sá disse...

Um imagem, algo, perturbadora...

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Larissa Santos disse...

Uma imagem tão poderosa. Adorei a publicação :))

Hoje, do Gil António:- Amor sem rumo ... sinto-me triste

Bjos
Votos de uma boa Sexta - Feira

O meu pensamento viaja disse...

Concordo. É ao mesmo tempo bela e angustiante.

Os olhares da Gracinha! disse...

É maravilhosa e em nós desperta uma série de emoções!!!bj

Luli Ap. disse...

Oieeeeee Lilianeeeee
É mesmo uma imagem que lindíssima e impactante.
Queria um dia poder ver pessoalmente :)
É em bronze, chama-se "Melancolie", data de 2012, período mais recente das obras do autor e fica em exposição permanente no Lago Genebra.

Ahhhhh tb não ligo pra spoiler.
Penso que existem releituras e refilmagens de vários clássicos e nem por isso deixam de ser muito interessantes e ainda que a gente saiba como vai terminar é sempre uma novidade.

Honra ao Mérito assisti em março no Telecine, na primeira semana que estava com o sinal aberto para todos os assinantes então foi free.

Ahhhhhh eu concordo com você, uma das coisas que mais gostei em O livro do Amanhã, é o amadurecimento da protagonista, é fantástico como Tamara evolui ao longo da narrativa, mas apesar de ser uma fantasia, é uma coisa possível, porque é aos poucos e faz sentido.

Antes eu deixava os spoilers só grifados, agora deixo com letra branca, mas alguns leitores não estão conseguindo selecionar o texto em branco
"Um de nós está mentindo" não é policial não, pela sinopse eu fiquei muito animada achei que ia queimar neurônios para descobrir quem matou Simon, masssss é um suspense simples, entre os quatro personagens beeeeeeem lá no começo do livro nenhum deles chega perto do copo que o Simon bebe e que contém a substância à qual ele é alérgico e que é responsável pelo óbito.
Um pouco mais pra frente um dos personagens descobre num fórum da internet que Simon havia escrito que pretendia se suicidar e que antes queria se vingar de algumas pessoas de quem não gostava.
Então é isso; Simon não foi assassinado, ele se suicidou. Planejou tudo e escolheu "a dedo" os quatro alunos de quem não gostava e de quem queria se vingar :(

Eu também adoro grifar livros acho que eles contam assim a história não só de quem escreveu, mas tb de quem leu, se emocionou, se entreteve e se encantou com ele e assim a obra se engrandece a cada vez que passa de mãos.
E siiiiiim sou fã de post its :))

Um excelente fds pra ti e pra todos aí
Bjoooo enorme Luli
Café com Leitura na Rede




Luli Ap. disse...

aaaaai desculpa o comentário enooooorme :/

Alfacinha disse...

É uma escultura que sabe exprimir exatamente como sinta uma alma vazia
bjs

Christiane Garcia disse...

Liliane, eu não conhecia essa escultura. É incrível, impactante!
Sempre encontro posts maravilhosos por aqui!
Vim desejar um ótimo fim de semana! Bjs

Pedrita disse...

é sempre surpreendente como a arte pode "dizer" algo com uma imagem. impactante mesmo. beijos, pedrita

Mona Lisa disse...

Senti solidão e sofrimento interior , quando olhei a magnifica escultura!

Beijinhos.

Jane Quintela de Carvalho disse...

Oi Liliane... eu já tinha visto em um artigo que falava sobre o vazio
das pessoas nesta era contemporânea... é bonita e nos leva a refletir sobre nossas vidas!!!
Beijosss

Ana Freire disse...

De facto, uma obra impressionante, que parece carregar com ela, o peso do mundo... é mesmo esse o papel da arte... impressionar-nos... para nos fazer reflectir...
Belíssima partilha, Liliane!... Pois não conhecia, esta escultura!...
Beijinhos! Votos de uma feliz semana!
Ana

Andréa Santana disse...

Que linda escultura!
Às vezes eu tbm sinto esse vazio.

Beijos

Patricia Merella disse...

Olá Liliane! Esta escultura é belíssima! Quanta sensibilidade!Beijinhos

Além da Rua Atelier por Veronica Kraemer disse...

É maravilhosa, Lili, e me lembra muito Salvador Dalí. Muito mesmo!
Obrigada por esta postagem
Beijos
Veronica

Debora disse...

Que escultura incrível. Uma idéia tão simples, mas que tem tanta força!

Unknown disse...

Ao aprecia-la fiquei embasbacada! Expressa algo de uma completa e profunda mistura de coisas,de sentimentos: Beleza,super profundidade e inteligência do autor, misericórdia,dor, até o desejo de que não exista NINGUÉM assim.