Minha lista de blogs

segunda-feira, junho 18, 2018

O Café colonial e o estresse.




Sábado passado, 16 de junho, fiz um Café Colonial e convidei um amigo engenheiro, que conheço desde meu tempo de antes da Faculdade.
Depois que casei e tive filhos, encontrávamos nas festinhas de aniversários dos nossos filhos.
Mas ele sempre foi chato, 
Sempre foi inconveniente.
Eu precisava convida-lo porque uma colega dele do Curso de Engenharia (Lucila), tinha dito que ele estava precisando de encontrar pessoas amigas.
Que se sentia só. (mora só).
Trabalhou como Engenheiro em grandes Empresas. 
Em alguns cargos de confiança. 
E foi brilhante em tudo que fez.

Acreditem, comecei a passar mal umas 24 h antes do "evento".
O pior é que você fica imaginando o que vai responder quando ele falar tal coisa, qual a inconveniência que ele vai cometer.
Não teve calmante que desse jeito.

Para dividir nossa (minha) atenção, vinha também meu sobrinho Marcelo e Rebeca, que temporariamente, estão morando aqui próximo.
Foi a sorte. Foi minha sorte.
O amigo cometeu algumas inconveniências e eu, ou ignorava o que ele falava ou dava uma resposta que certamente, ele não esperava.

Mas arrumei a mesa como gosto e como sempre faço quando recebemos visitas.
Coloquei um novo Gato, guardanapos que comprei na Ikea, da Holanda.
Os PGs (porta-guardanapos) que fiz
Coloquei os presentes que ganhei as Nina (www.omeupensamentoviaja.blogspot.com).
E isso foi o lado bom da noite.


Até no WhatsApp, ele é chato e inconveniente.
Só que agora estou livre.
Estresse por causa dele não terei mais.
Liliane

18 comentários:

Rejane Tazza disse...

Nooooooooossa! Eu nem convido gente chata!!! Ainda bem acabou e estás livre e no whattsap pode ser bloqueado,rs...bjs, chica

redonda disse...

O que é um café colonial?

(achei muito bonito tê-lo convidado apesar dele ser inconveniente porque ele estava a precisar de uma amiga)

Pedrita disse...

eu tinha visto as fotos na internet. tudo muito lindo!!! eu adoro cores! acho que foi a mesa que organizou que mais me identifiquei. todas são lindas. mas essa é exatamente o meu gosto. quanto mais colorido melhor. eu tb moro só amiga. mas eu vivo bem só. eu sempre sofro qd vou receber. estou para marcar com uma amiga da faculdade. ela já ficou aqui muito, mas agora vem com o marido e o filho. sempre acho que não vou agradar. q vou errar na comida. ela anda me dando força pra desencanar. e concordo, se é uma pessoa desagradável. não tem q convidar mesmo. como disse. eu sou sozinha e não fico obrigando ninguém a me aturar. só vou e recebo pessoas q tenham a ver comigo. beijos, pedrita

Patricia Merella disse...

Olá Liliane! Imagino a tua ansiedade! A mesa ficou super harmoniosa. Apesar de tudo,fez o que teu coração pediu.E isto é bom. Boa semana! Beijinhos

Larissa Santos disse...

Tudo bonito, é preciso é muita calma:)

Do Gil António:- Sonho de um amor inconstante

Bjos
Votos de uma óptima tarde.

Pedrita disse...

liliane, salman rushdie precisou se esconder em vários países. estava sempre mudando de lugar. mesmo agora após o perdão ele diz q se algum fanático achar que ele ainda deve morrer, pode ser morto. então se protege muito ainda. ah, tb gosto desse layout. ah, não faz sentido mesmo receber alguém que não se sente bem.

Luli Ap disse...

Olá Lilianeeee
Siiiiim eu acredito que começou a ficar ansiosa um dia antes, eu quando acontece fico dias antes pensando :/
Tinha um tio assim, nooooooossa quando marcava de vir em casa eram "favas contadas" como dizia meu avô, não tinha jeito, ele sempre dizia ou fazia algo inconveniente.

Masssssss o importante é que tudo correu bem e principalmente já passou :))
E essa mesa como sempre está absolutamente perfeita e encantadora.

Aaaaahhhh não tenho assim uma regra para leitura, antes eu lia muito, bastante mesmo. Agora procuro ler um livro a cada dez dias ou por semana, dependendo se é uma leitura mais fluída ou com menos páginas.
Geralmente divido o livro pelo número de páginas, mas geralmente procuro terminar por capítulos.
Gosto de ler quando chego em casa a noite, mas sempre levo na mochila e leio no bus, no metrô e na hora do almoço quando dá tempo.

Excelente semana pra ti iluminada como você
Bjs Luli
https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

Isa Sá disse...

Encontro assim não são agradáveis...

Isabel Sá
Brilhos da Moda

alfacinha disse...

Que mesa linda, tem o jeito duma verdadeira artista .
Bjs

Lete disse...

Que paciência a sua, aturar um chato... eu não sei se teria... :)
A mesa está linda, com cor e elegância. Os paninhos da Nina tornam o ambiente ainda mais caseiro e acolhedor!

Andréa Santana disse...

Olá, Liliane!
Adorei o que você escreveu, não é à toa que ele mora sozinho,
Você foi muito gentil em convidá-lo para o café, sua mesa ficou linda, amei os sousplats e os porta guardanapo!

Beijinhos ♥

O meu pensamento viaja disse...

Querida Liliane, porque convida esse chato? Eu não . Tenho a certeza. Salvou-se a mesa maravilhosa como sempre, montada com todo o carinho e toda a graça. Adoro ver as minhas prendinhas tão presentes, tão valorizadas. Dá gosto oferecer a quem assim valoriza. Um dia destes ganho coragem envio outra surpresa.

Debora disse...

Caramba, Liliane! Sendo assim, não é de se espantar que esteja sozinho. Quanta paciência você teve, principalmente por fazer o convite já sabendo que ele seria inconveniente!

Bell disse...

Tem pessoas que a energia não bate de jeito nenhum. A melhor coisa é a distância saudável.

bjokas =)

Mona Lisa disse...

Não teria a tua paciência!

Adorei a tua mesa!
Tudo bem organizado!

Beijinhos.

Jane Quintela de Carvalho disse...

Oi Liliane... aqui em casa eu só convido pessoas legais, rsrsrs
Detesto gente chata, meu cunhado é chato, mas este tenho que suportar, rsrsrs
Beijosss

Ana Freire disse...

Uma mesa lindíssima, como sempre, Liliane!
Adorei ver!... Nesse caso... missão cumprida... nos tempos mais próximos... e ele terá ficado muito contente, com o convite... e pelos vistos... se as suas inconveniências, já fazem parte da sua forma de estar... é relativizar...
Beijinhos
Ana

Além da Rua Atelier por Veronica Kraemer disse...

Lili querida, que mesa linda!
Eu não sei se conseguiria convidar alguém tão chato... rs
Mas você está certa por enfrentar a coisa de frente!
Beijos
Veronica