Minha lista de blogs

sexta-feira, janeiro 06, 2017

Livre, (Wild) o filme

Reese Witherspoon
 "A perda da mãe, morta prematuramente de câncer no pulmão aos 45 anos, afetou demais Cheryl. Aos 22 anos, ela estudava e trabalhava como garçonete, e tomou um caminho autodestrutivo. 
Quatro anos depois, viciada em drogas pesadas e se envolvendo com todos os caras que apareciam, Cheryl se divorciou e adotou um novo sobrenome porque não queria continuar com o do marido nem podia seguir com o que carregava desde o nascimento. 
A palavra que lhe veio à mente foi strayed, cujos inúmeros significados — “desviar-se do caminho certo, afastar-se da rota direta, perder-se, ficar louco, não ter pai nem mãe, não ter casa” — ela sentiu que a definia naquele momento. 
À deriva, Cheryl percebeu que era hora de recomeçar. A maneira de fazer isso foi percorrer 1 770 quilômetros pela Pacific Crest Trail, trilha na costa oeste dos Estados Unidos, que vai do deserto de Mojave, na Califórnia, até o Estado de Washington, perto da fronteira com o Canadá.
 Esse é o enredo de Livre (Wild, Estados Unidos, 2014), longa que traz a atriz Reese Withrespoon à frente do elenco".
Na trilha
Assisti esse filme ontem.
É bonito, muito bonito mas cansativo  de vê por cerca de 2 h, Cheryl caminhando e enfrentando, sozinha, os perigos de uma trilha.
A gente se sente em perigo, também.
O Diretor(Jean-Marc Vallée) é um canadense e tem outros sucessos na sua carreira.
O filme é baseado no livro "Livre-A Jornada de uma mulher em busca de um recomeço" e que fez muito sucesso mas que não tenho vontade de ler.
Tem pessoas que precisam dessa jornada para recomeçar. 
Eu nem preciso nem entendo muito dessa "precisão".
Também o lindo do filme são as lembranças que tem da mãe(Laura Dern) e que aparecem em Flashback.

Quem já viu?
Ela está linda no filme.
Liliane

10 comentários:

Pedrita disse...

vc acredita q nunca me animei de ver esse filme? e se é cansativo. passo hahahahhaha. beijos, pedrita

Patricia Merella disse...

Não é meu estilo Liliane,bom fim de semana, beijinhos

Bruxa do 203 disse...

Parece cansativo mesmo. Gosto de viagens e descobertas, mas não sei se dessa maneira.

Hugo disse...

Gostei deste filme. Apesar do drama, a narrativa é agradável e a fotografia muito bonita, explorando os territórios inóspitos que a protagonista enfrenta.

Do diretor, "Clube de Compras Dallas" e "C.R.A.Z.Y. – Loucos de Amor" são ainda melhores.

Sobre o filme "Poder Paranormal", o vidente é realmente um picareta.

Eu estava de férias e voltei hoje, por isso fiquei sem postar.

Um ótimo 2017 pra vc, mesmo atrasado.

Os olhares da Gracinha! disse...

Vi...gostei e recomendo!!!
Bj

O meu pensamento viaja disse...

Nao vi!
Bom fim de semana.
Aqui um lindo dia de sol, mas gelado como você gosta.
Beijo

Isa Sá disse...

Não vi, mas fiquei com vontade.

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Montana disse...

Liliane, não vi mas vou tentar ver.

Uma boa semana. Beijinhos.

Jane Quintela de Carvalho disse...

Oi Liliane... eu assisti e achei lindo demais, embora cansativo... Beijosss

Zizi Santos disse...

Ainda não vi. Mas se é longo, com certeza eu durmo
Essa atriz é excelente, gosto muito
ela atua desde criança,
Creio que é bom, pois essa artista
só trabalha em bons filmes