Minha lista de blogs

sexta-feira, maio 20, 2016

Sentimento de culpa (Please Give)

Hoje acordei com vontade de arrumar gavetas de blusas pretas.
Mas a vontade foi maior que o tempo disponível e não arrumei nada.
Sei que a vontade vai voltar e breve vou saber o tanto de blusas pretas, de mangas compridas que tenho. E são muitas.

Mas aí lembre de comentar e indicar esse filme muito bom que assisti, na noite passada.
Não gravei e nem sei se tenho tempo de assistir algumas maravilhas que tenho gravada.
Mas vamos falar do filme.
Ele se passa em New York. 
E é muito bom vê NY na tela.
Da impressão que um dia serei moradora dali.
Mas é só impressão. Sei que não.

O filme se chama SENTIMENTOS DE CULPA.
A diretora é essa da foto, Nicole Holofcener.
Não entendo nada de direção mas preciso criar o hábito de lembrar do trabalho de diretores(as) que é muito importante.
Nicole Holofcener
 Kate, a personagem de Catherine Keener, que acho linda e que gosto muito como atriz, costuma comprar imóveis e objetos baratos em leilões, para depois revendê-los por preços muito superiores em sua elegante loja em Manhattan. 
Ela não deseja que sua filha Abby (Sarah Steele), uma adolescente chata. (Será que a maioria dos adolescente são grosseiros e chatos como essa personagem?)torne-se consumista.
O marido dela com quem ela tem uma boa relação no casamento é o ator Alex (Oliver Platt),

Catherine Keener
Kate tem uma vida boa e confortável mas tem noção de que há muita miséria e pobreza no mundo. E quando caminha nas ruas, dá polpudas esmolas aos moradores de rua que encontra, para não se sentir tão culpada.
A filha reclama e nem tem noção do porque ela faz isso.

Mas Kate precisa lidar com esta sensação enquanto toca a vida, o que inclui o convívio frequente com a velha rabugenta Andra (Ann Morgan Guilbert) e suas netas, Mary (Amanda Peet) e Rebecca (Rebecca Hall).


Amanda Peet-neta

Oliver Platt-marido

Rebecca Hall-neta
A personagem(avó) rabugenta, é rabugenta de verdade.
As netas vivem com ela e a personagem da Amanda Peet, chega a ser cruel no tratamento que tem com a avó, Andra.
O filme é muito bom.
Liliane

9 comentários:

Patricia Merella disse...

Mas uma dica interessante,feliz final de semana,beijinhos

Montana disse...

Parece-me que não tenho blusas pretas. Sei que são clássicas e elegantes mas prefiro cores alegres.
Esse filme deve ser interessante.
Bjs.

PequenaIv disse...

Olá Liliane...

Vou assistir o filme!
Bom final de semana!
Beijo

Pedrita disse...

fiquei curiosa. beijos, pedrita

Bruxa do 203 disse...

Não conhecia esse filme. Vou tentar assistir.

Sabe que ultimamente também sinto que algum dia serei moradora de alguma cidade por aqueles lados.

Também adoro Mommy e o diretor canadense!

Maria Teresa Valente disse...

Obrigada pela sugestão, Liliane!
Feliz final de semana, abraços carinhosos
Maria Teresa

Pedrita disse...

vc falou de filmes gravados, eu estou com um problema. gravei vários filmes pesados q não ando querendo ver.

Maria Alice disse...

Esse eu já assisti Liliane!Não sei opinar como vc. Gosto, gosto mais ou menos ou não gosto. Esse foi mais ou menos.Beijos

Jane Quintela de Carvalho disse...

Oi Liliane... ainda não assisti, vou ver por aqui quando vai passar novamente... as minhas gavetas, todas elas, sempre parecem que estão desarrumadas, rsrsrs Beijosss