Minha lista de blogs

quinta-feira, outubro 30, 2014

Eles voltam-o filme

Ontem, incentivada por Pedrita(www.mataharie007.blogspot.com.br) tentei assistir um filme nacional no Cine Brazil-Sky.
Aprendo muito com as postagens da Pedrita, sobre arte, sobre cultura.
E diferente dela, não consigo gostar, na maioria das vezes, de filmes nacionais.
Acho tudo muito lento, muito repetido e com som sempre ruim.
O problema deve ser meu. O problema é meu.



Cris-12 anos
Esse filme; ELES VOLTAM,  tem um enredo até interessante.
Cris e Peu, seu irmão mais velho, são deixados na beira de uma estrada pelos próprios pais. Os irmãos foram castigados por brigar constantemente durante uma viagem à praia. Após algumas horas, percebendo que os pais não retornaram, Peu parte em busca de um posto de gasolina. Cris permanece no local por um dia inteiro e, sem notícias dos pais ou do irmão, decide percorrer ela mesma o caminho de volta para casa. 

O filme foi rodado em Pernambuco(não sei o local).
Os diálogos quase nãos e escutam, mesmo quando as cenas se passam dentro de casa.

Então minha nota para o filme, não é boa.
Ao ler os comentários no site ADORO CINEMA vi que não fui a única a não gostar.
Fui bem acompanhada.

Liliane

11 comentários:

Pedrita disse...

eu achei esse filme chato tb, larguei logo no começo. beijos, pedrita

Patricia Merella disse...

Ola Liliane
Foram pouscos filmes Brasileiros que vim e gostei,o auto da compadecida é um deles,lindo dia,beijinhos

Zizi Santos disse...

Eu sinto muito. Entre um filme nacional e outro, eu prefiro o outro.
Tem filmes nacionais bons, mas tem outros que são verdadeiras chatices.
Esse nao conheço, pelo que eu vejo, nem vou rsrs
Queria ver o Candidato honesto, que dizem ser muito bom.

bj
Zizi

Marly disse...

Oi, Lili.

Eu também acho uma pena que o cinema nacional tenha chegado ao atual estado (de não sentirmos atração pelas obras). E o pior é que isto foi resultado direto de três fatores: ditadura, política cultural burra e imperialismo (grana paga para que os outros filmes fossem exibidos, até que o mercado fosse tomado). Mas eu acho que, por mais que nos custe, a gente tem de se esforçar para prestigiar a nossa cultura, pois este é o único modo de ela voltar a deslanchar, já que não faltam talentos aqui no Brasil. Achei a estória deste filme tensa, pais que abandonam os filhos por motivo fútil, eita, rsrs.

Um beijo e desde já, bom fim de semana!

Simone Felic disse...

Eu já tentei assistir filmes nacionais , mas não gostei de nada , alguns muito indecentes , outros muito mal produzidos , e quando alguém fala de filme nacional , nem ligo.Manda por e-mail as fotos dos cactos , o e-mail está lá no blogger mesmo
bjs

http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Christiane Garcia disse...

Liliane, tb não sou muito fã do cinema nacional. O único filme que gostei de verdade foi um chamado A Via Láctea. Mas no geral não curto não. Prefiro os filmes de Holywood...rsrsrs

Um grande bj

Montana disse...

Parece-me ser um filme triste.
Como já disse não gosto de filmes que me deixem triste/angustiada.
Bjs.

Montana disse...

Parece-me ser um filme triste.
Como já disse não gosto de filmes que me deixem triste/angustiada.
Bjs.

Maria Alice disse...

Olá Liliane! Penso como você e também como a maioria.Portanto....

Nal Pontes disse...

Oi, Liliane, obrigada pela visita no meu cantinho. Tia preta sofreu precisamente 28 anos, o câncer que começou na mama, foi tomando todos os órgão dela. Ela não ficou em uma cama, só quase um mês antes de morrer. Era forte e como disse alegre, passava fé e esperança de sempre ficar boa. Era cuidada pelo esposo que ficou firme todo esse tempo, ele já andava com comprimidos no bolso. Eles não tiveram filhos, adotou uma menina, hoje casada e mãe de filhos. Mas quem cuidou dela foi o esposo. Bjs e um lindo final de semana.

Crocheteando...momentos! disse...

Liliane...não conheço o filme!
Mas para sabermos...precisamos ver...e há sempre algo que se gosta!!! (pelo menos eu penso assim...mesmo que não goste do enredo...encontro sempre algo que valha a pena!)...bj amigo