Minha lista de blogs

terça-feira, julho 27, 2010

A poesia, os olhos e meu chapéu

"Quando o mundo abandonar os meus olhos.
Quando meu olho furado de belezas for esquecido pelo mundo
Que hei de fazer?
Quando o silencio que grita do meu olho não for mais escutado
Que hei de fazer?
Que hei de fazer se de repente a manhã voltar
Que hei de fazer?
-Dormir, talvez chorar"
Manuel de Barros-poeta, nascido na beira do Rio Cuiabá-MT

Não gosto de poesias. Não entendo poesias. Mas, de vez em quando aparece alguma coisa que me encanta. E esse me encantou.
E foi Como me encanta os olhos azuis da Beatriz.

E como me encanta fotografar.
Sábado tivemos aula prática de fotografia.
Aqui estou eu toda "enchapelada" para fotografar.
Na esperança que a claridade da tarde não atrapalhe meus focos.
Liliane

5 comentários:

Tina disse...

Oi Liliane
Linda poesia...lindos olhos...
e...muito prazer em te conhecer...voce é charmosa heim!!!
e bonita tambem...
beijin
Tina (Sonhar e Realizar)

Pedro André Ludwig disse...

Liliane
Para mim também acontece às vezes, relaciono uma poesia com alguma foto, fica bonito né?
Ah, tb pretendo ainda fazer um curso de fotografia, tudo que aprendi até hoje foi na prática mesmo.
Abraço!

Diann @ The Thrifty Groove disse...

Hi Liliane!
What a pretty poem!

thank you for visiting my blog. The items I purchased were not bought at stores. they were bought at yard sales people were having.

Have a wonderful day!

Sonho Meu disse...

Lindos oculos e linda netinha.

Donaella disse...

A Beatriz é mesmo uma boneca! Nunca tinha visto uma foto sua, assim , de perto, muito prazer:)
E Manoel de Barros desliga lindas palavras sobre a pena!!
Beijos Lili