Minha lista de blogs

terça-feira, agosto 29, 2006

Biblioteca


Li ontem e guardei para mim, uma reportagem pequena que saiu no Caderno de Cultura sobre um catador de lixo, Severino de Souza, que conseguiu reunir mais de 12.000 livros, ganhando e catando. Eu ainda não tenho 1.500 livros na minha biblioteca. Ele tem 12.000. Já pensaram no que isso representa?
Mora em São Paulo, vive num curtiço invadido e conseguiu fazer, num espaço provavelmente pequeno, essa biblioteca. Encantada, emocionada é pouco para dizer o que senti ao ler a reportagem. Dou muito valor a quem gosta de ler. Tenho dificuldades de encontrar pessoas apaixonadas por literatura. Por boa literatura.
Parece que o tal senhor, juntamente com a mulher, também catadora de lixo, foram convidados para um evento literário, aqui em Recife. Ele é pernambucano de Orobó, como meu colega ortopedista, Antonio Leal. Até no nome ele é nordestino.
Se soubesse com antecedência teria comparecido a esse evento. Só para vê-lo.
Liliane

10 comentários:

LUCIANO disse...

Já que vc não achou o blog do Luciano, chamado 14 máscaras, que tal vc visitar o blog do xará dele, um outro Luciano, que tem o blog chamado

PAPIROS DE ALEXANDRIA
http://papiros.zip.net

Se gostar, pode divulgar.
Abraços
Luciano

Carlos Leite disse...

Hum, acho que vi essa reportagem na TV há um tempo. Será a mesma pessoa?

Mutatis Mutante disse...

Poxa , assim fico até com vergonha e com vontade de comprar o sebo da minha cidade.

Bjs!

Cristiano Contreiras disse...

É uma boa: vou virar catador de livros também. Afinal, quem consegue pagar 40 reais por cada livro, hoje em dia?

bj

cilene disse...

ser pobre nao signifca ser pobre de leitura...eu nao tenho nem 100 livros..

Andréa N. disse...

Emocionante mesmo. Tanta gente que joga dinheiro fora com escola e livros, pois nao da a minima. Eu AMO ler. Meus livros soa um tesouro. Aqui em NY ja achei varios na rua e levei pra casa. As pessoas colocam as coisas que nao querem mais do lado de fora da casa, eh cosutme isso. vivo catando livros pelas ruas quando passeio minha cachorra.
Beijos.

Jôka P. disse...

Um exemplo de que a pobreza não é necessariamente aliada da burrice.

Kafé Roceiro disse...

Mérito pra ele. Tiro o chapéu pra pessoas assim. Beijos.

Francy disse...

Olá querida,
Interessantismo!!!!!! Até no nome o sr.Severino é nordestino, entretanto prova que nordestino não tem que ser burro e nem é burro, idiota ou alienado. Eu já tive muitos livros, dei quase todos nas nossas mudanças, mas eu adoro ler... Semana passada estivemos em Lisboa e encontramos num banco da estação de Entrecampos: A Filha da Fortuna de Isabel Allende. É muito bom...
beijinhos,

Christian disse...

Ola Liliane,
tambem adoro ler. Levei bastante livros de alemanha para ca e visito frequentemente os sebos de Floripa.
Tiro tambem o chapeu para pessoas como Severino. Ler livros ajuda bastante em aumentar a abrangencia dos pensamentos.

beijos de Floripa