Minha lista de blogs

segunda-feira, novembro 20, 2017

Minha mãe


Hoje, faz 4 anos que perdi mamãe.
Faleceu uns 10 dias depois de uma queda em casa onde teve apenas, fratura do nariz.
 
Os livros dessa minha Biblioteca tem muito da presença dela.
Mamãe lia muito e lia sempre.
A gente não conversar sobre as leituras.
Mas a presença dela está registrada em muito, muito mesmo, desses livros.
Na contra capa dos livros, tem um cartão de empréstimo e é neles que está registrado o nome e a presença dela.

Liliane

19 comentários:

Larissa Santos disse...

Boa noite. Faz sempre bem recordar o que nos faz bem... Nem tudo.

Bjos
Boa Segunda-Feira
.
Hoje:"Nunca será cansaço quando a espera é desejo"

O meu pensamento viaja disse...

Liliane, eles partem, mas no nosso peito, fica um enorme buraco negro. Eu sei.

✿ chica disse...

As saudades bem vivas por mais tempo que passe! Eu tenho saudades da minha que ainda vive, mas é como se não estivesse mais aqui...Pena! bjs, chica

Christiane Garcia disse...

Mãe é uma presença marcante. Está para sempre no seu coração! Que maravilha ter essas lembranças de leituras em comum! <3

lenalima disse...

Coisa boa, ter essa linda lembrança, e assim estará sempre viva na lembrança e no seu coração.

A casa da minha mãe foi vendida, sinto tanta falta de ir e entrar...mas reformaram tudo.

Jane Quintela de Carvalho disse...

Ah Liliane, como dói essa saudade né? Eu tenho alguns itens aqui em casa que foram presentes da minha mãe e sempre que vejo dou uma suspirada de saudades!!!
Beijosss

Luli Ap. disse...

Oun Liliane querida sinto muitíssimo pela sua perda.
Fazem 4 anos, mas mesmo que fizessem 40, a verdade é que essa é uma saudade que nunca vai deixar seu coração.
Ou talvez ela não tenha partido, e sim tenha se mudado para o lado de dentro do seu coração.
Quando perdi meu sobrinho pensei que nunca fosse deixar de doer, a ferida continua lá, as vezes acho até impossível como a vida pode continuar depois que ele se foi, procuro pensar que ele está onde não posso alcançá-lo com as mãos, mas um dia vou apertá-lo num abraço esmagador <3
Bjs Luli
https://Café com Leitura na Rede

Isa Sá disse...

Há perdas difíceis de superar...


Isabel Sá
Brilhos da Moda

Gil António disse...

Bom dia

Que descanse em paz ao lado de Deus Pai
.
{ Hoje: Mãos trémulas, enrugadas, onde deixo o meu agradecido beijo.}
.
Deixando um abraço
.

Os olhares da Gracinha! disse...

E ainda bem que nunca a esquecemos!!!
Bj e que o tempo suavize nossa dor (a 20 de dezembro fará 3 anos que a nossa mãe nos deixou)!!!

Alfacinha disse...

É linda para ter uma lembraça tangível da sua mãe
Abraço

Fátima Oliveira disse...

Eu entendo sua lembrança e saudade, já fazem 14 anos que perdi meu pai, e sempre me pego lembrando dele, hoje conformada, mas com saudades..
Beijos

Mariazita disse...

Olá, Liliane
É perfeitamente natural recordar sua mãe ao olhar para os livros que lhe pertenceram...
Mas... confesse, ainda que não tivesse os livros lembrar-se-ia de igual modo, certo?
Mães nunca esquecem...
Perdi a minha tem mais de vinte anos e não passa um dia que eu não a recorde. Há sempre qualquer coisa que me faz dizer: "a mamã gostava disto..." "a mamã dizia que..." "foi a mamã que me ensinou..."
São recordações que ficam para sempre.

Continuação de boa semana.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Mona Lisa disse...

A minha partiu há 2 meses e as saudades aumentam dia a dia.

Ainda não recuperei.

Sei que ficam as boas recordações que dela tenho, embora não saiba quando conseguirei superar a sua perda.

Beijinhos.

redonda disse...

vou só deixar um beijinho

Elisabete disse...

Também eu perdi a minha mãe, mas penso nela todos os dias.
Bonito post.
Bjs

Ana Freire disse...

Pai e mãe... são sempre perdas bem difíceis de superar...
Mas por outro lado, é reconfortante, sentir a presença dela... através dos livros que ficaram...
Um beijinho! A minha, irá fazer uma pequena cirurgia, por estes dias... razão pela qual, parei o blog, para ficar mais de olho nela, no pós operatório... remédios para o sangue e coração, têm de ser bem controlados, por estes dias... e evitar que faça esforços...
Ana

Nal Pontes disse...

Saudade né amiga. Alguém disse q saudade é o amor q fica. E esse amor ficou pra sempre em seu coração e memória. A minha tenho aqui comigo e por esses dias vem morar aqui bem pertinho de mim. Meu pai e q ficou na.saudade
Bjs querida

Elaine disse...

Hum... 4 anos já.
Imagino a falta.