Minha lista de blogs

domingo, junho 19, 2016

Jayme, querido Jayme

Consegui resolver definitivamente a dívida monstruosa com o INSS deixada pelos síndicos anteriores.
Na verdade, a dívida era só de um síndico que reinou por 11 anos.
Culpa nossa que o mantivemos no cargo.
Desta vez fomos atendida por uma senhora bem atenciosa, na receita Federal.
Tão atenciosa que no final, além de agradecer a atenção dei uma barra de cereal.

Agora é partir para descobrir a divida com o FGTS, também, culpa do mesmo síndico.
Vejo isso depois.
O bom é que tenho uma empresa que Administra Condomínio, excelente.
Sem a MARVAN tudo seria mais difícil de resolver.

                                                    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Mas quero falar de Jayme, meu amigo Jayme que está com Alzheimer e residindo nesse Lar Geriátrico.
Fica aqui perto, no nosso Bairro.
Um local bonito e agradável, mas para quem pode pagar.
É muito caro, porque é caro cuidar de um paciente com demência.
Lá tem moradores que não estão com Demência.

O Lar
Sempre foi horrível vê-lo demente.
Desde que a doença começou a se instalar, já era cruel estar com ele.
Com o progredir da doença foi necessário internação.
Jayme e a mulher, Therese
Therese, todos os dias vai vê o marido.
Ela diz que ainda precisa acostumar com a situação.
Os filhos, quase todos os dias, estão, em algum momento, com ele.
Jayme e amigos
Voltei arrasada.

Num churrasco
Liliane

9 comentários:

Pedrita disse...

que bom que está conseguindo resolver a dívida. aqui tb não sei como seria o prédio sem administradora. essas questões trabalhistas são muito complexas, precisa alguém especializado. triste a história do jayme. fique bem. beijos, pedrita

Christiane Garcia disse...

Não é fácil ver alguém querido nessa situação. Na sexta fui levar dois alunos de inclusão em uma escola que só tem alunos com deficiência. Era festa junina. É um impacto enorme. A prefeitura diz que vai fechar lá. Pq pela lei não pode haver uma escola assim. Mas tem caso ali que não dá inclusão. É uma situação muito difícil.
Vim desejar uma ótima semana. Bjs

Montana disse...

Felizmente resolveu a dívida do Condominio. Menos um problema.
Quanto ao seu amigo é muito triste e infelizmente a medicina ainda não consegue travar esta doença.
Felizmente que a família pode pagar um Centro onde ele é bem tratado e tem os cuidados necessários. Deve ser muito duro para os familiares e amigos.
Bjs.
Tenha uma boa semana.

Patricia Merella disse...

Cá na rua que moro tem uma casa de repouso para idosos. A mãe da minha vizinha,está lá pelo mesmo motivo.É muito triste esta doença. A minha vizinha as vezes chora na volta do lar.Ontem ela me contou que a mãe vestiu 5 calcinhas de uma vez e fez pipi nas calças. As vezes vou visita-lá ,levo bolos e sucos.Chego sempresa arrasada.As lavandas eu colho um buquet e coloco na entrada fico tudo perfumado.Na época da poda,eu corto tudo e tiro as sementes e coloco nos meus saquinhos de linho branco sache para perfumar meu quarto e guarda roupa. Feliz semana Liliane. Beijinhos

O meu pensamento viaja disse...

É muito cruel! Um familiar muito próximo teve demência senil no fim da vida. Foi horrível.
Que bom que conseguiu resolver o problema do condomínio. Grande Liliane!
Boa semana.
Beijo

Crocheteando...momentos! disse...

Liliane...há problemas com solução fácil...mas outros bem complicados e difíceis de gerir...e a demência é um deles!
Bj amigo e tudo de bom para si

Bell disse...

oi Li

Qdo a gente vê alguém saudável doente e degenerando não dá para aceitar.
Muito triste, pior é ver que a pessoa as vezes nem reconhece os amados.

bjokas =)

Hugo disse...

Lógico que não existe doença boa, mas o Alzheimer é extremamente cruel. Muitas vezes a pessoa tem a saúde física perfeita e a cabeça deixa de funcionar. É terrível também para as pessoas próximas que acabam "perdendo" o doente aos poucos. É um sofrimento que pode durar mais de uma década.

Jane Quintela de Carvalho disse...

Oi Liliane... eu tive um tio que teve esta doença, muito triste vê-lo no fim... beijosss!!!