Minha lista de blogs

terça-feira, junho 17, 2014

O pão e A caça.

Quem me conhece de perto, ou por aqui, (e conhece pouco)sabe de como gosto de presentear, de acarinhar, a quem quero bem.
Sou assim. Gosto de ser assim. Não escondo que sou assim.
Mas quem me conhece, e conhece pouco, sabe, também, de como detesto, desatenção, desamor, grosseria gratuita etc e tal.
E quem é desatenciosa comigo, fica cortada para sempre da minha vida.
Essa imagem da taça quebrada e que salvei na Internete, mostra como é que fica, para mim, uma desatenção, um desamor.
Então, amiguinhas, queridinhas, sobrinhas, etc, etc, lembrem-se disso.
Não esqueçam isso, please.
                                                     xxxxxxxx

Gosto muito de uma das vizinhas.
A Dilma, é delegada de Polícia, minha vizinha, tem um sorriso bonito, sincero, tranquilizador
Não é gargalhada. Nem gosto de gargalhadas.
Vivo pedindo para Dilma dar, ou me deixar dar, um surra de "urtiga" nos marginais que ela prende, nos plantões.
Ela diz que não vai "sujar as mãos" com marginais. Ela está certíssima.
Na verdade, nem sei se ainda existe urtiga no meio do mundo. Mas lembro de ter me queimado com urtiga.
Quem já se queimou?
E pelo menos uma vez por semana, para acarinhar meu carinho por ela, faço um pão para a querida Dilma.
Não me custa muito. A MFP trabalha sozinha.
Pão para Dilma
                                                xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Domingo, assisti num dos canais da Sky, o filme, A CAÇA.
É um filme dinamarquês  de 2012, que conta a historia de Lucas, um recreador infantil numa creche, que está em processo de divorcio e que luta para ter o filho único sobre sua guarda.

A menina Klara é filho do seu melhor amigo.
Mas ele tem outros bons amigos.
De repente a Klara inventa para a diretora da creche, que Lucas lhe mostrou "o pinto".
A notícia se espalha.
Lucas é preso e sofre todo tipo de descriminação a agressões, até física, dos moradores das cidades.
Klara e a mãe.
O filme é muito bom.
Lucas é inocente.
No final a gente observa que ainda tem alguém na cidade que não acredita em sua inocência.
E eu acho que, na verdade, "o pinto" que a Klara viu foi mostrado pelo seu irmão adolescente.
Lucas.
Se tiver oportunidade, assistam.
Até porque, filme dinamarquês, é raro por aqui.
Liliane

25 comentários:

Angélica D disse...

Hola Lil querida ! Su amiga Dilma estará muy agradecida y feliz con ese pan suyo , y ese pensamiento de que cuanto algo se quebra y se rompe es imposible parchar lo o reparalo

Mona Lisa disse...

Sou como tu! Só me fazem desfeita uma vez!

Já anotei o filme. Pelo resume que fizeste deve ser óptimo.

Beijinhos.

Crocheteando...momentos! disse...

Liliane...também gosto de dar...aliás...é o meu lema de vida...e até me dizem que dou demais (mas eu por enquanto não sinto isso)!
Um pensamento bem interessante e muito boa gente devia ter em conta!
Relativamente ao filme...anotei!!!

✿ chica disse...

Acarinhas sempre faz bem. E o filme, deve ser legal! O pão para amiga deve ser esperado por ela! bjs,chica

Pedrita disse...

anotado esse filme dinamarquês. beijos, pedrita

Gélia Carvalho disse...

Oi Lilian, eu sou mais tolerante confesso e já reconstruí amizades, amores depois de quebrados, mas é óbvio que sempre tem as marcas né.

bjs

Gélia

Maria Carolina disse...

Oi Liliane,
Também gosto muito de acarinhar as pessoas que são importantes para mim. Tenho certeza de que sua vizinha ficou muito feliz com o pão, que está com um aspecto maravilhoso.
Já vi esse filme, é realmente muito bom.
Bjos e ótima semana!

Nal Pontes disse...

Oi Liliane, Parabéns! O pão ficou bonito e com certeza muito gostoso. E a Dilma de certo muito feliz e satisfeita. Boas considerações por aqui. Q vc sempre conviva com bons amigos. Uma tarde boa prá vc. bjsss

Nal Pontes disse...

Oi Liliane, Parabéns! O pão ficou bonito e com certeza muito gostoso. E a Dilma de certo muito feliz e satisfeita. Boas considerações por aqui. Q vc sempre conviva com bons amigos. Uma tarde boa prá vc. bjsss

Jane Quintela de Carvalho disse...

Oi Liliane, eu já assisti este filme e é muito bom, pra gente ver que estamos sujeitos a tudo é só alguém inventar algo e pronto, a vida da pessoa acaba... eu também sou como você, perdi a confiança, perdi tudo, pode me esquecer... beijosss!!!

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Receber um pão desses de presente é tudo de bom!!!

Beijos Liliane!
CamomilaRosa

Mira disse...

É verdade Liliane as pessoas por vezes não se comportam da maneira
que esperamos, doar, é bom, principalmente para quem precisa e
para os amigos claro, beijo amiga

Mundo da Carolina disse...

A partir de agora vou tentar ser mais cuidadosa contigo agora que sei da tua história!! Contudo,posso garantir-te que tambem sofro de imensos nervos e que explodo por tudo!! Ainda hoje,o meu namorado comprou um aparelho que liga à electricidade e que depois de carregado,ele carrega no botão e as moscas que caem nele fazem um choque,mas,fogo,um choque que assusta qualquer pessoa!! Eu,à primeira vez,dei um ai tão grande mas tão grande que até as vizinhas ouviram e vieram perguntar o que se tinha passado. Em relação às urtigas aqui tambem existe disso e eu sou alergica a esse tipo de erva!! Quanto ao filme de que falas,nunca tal vi,eu tenho a tvcabo da meo e se calhar tambem deve ter passado lá,mas eu este fim-de-semana não vi nenhum filme!! Bem,espero não ter dito nada de mal. Beijinhos fofinhos!! mundomusicaldacarolina.blogspot.pt

sandra neiva disse...

Olá Liliane,

realmente a sua vizinha está correcta para quê sujar as mãos e olhe que não deve ser fácil a sua profissão muita coragem mesmo.
Sou como a Liliane, gosto de presentear aqueles que mais gosto.
Ficou lindo esse pão, preciso mesmo de comprar uma máquina dessas.
Nunca vi esse filme:(

beijinho

Mundo da Carolina disse...

Querida,eu deixei este comentario porque tu disseste que detestavas que não te dessem atenção e que não gostavas de desamores,volto a dizer,a vida tem de tudo isso!! Passa outra vez no meu cantinho e lê a postagem que vou escrever agora,vais entender que ter um blogue é dificil,é bastante dificil dar atenção a todas as pessoas que visitam a gente,beijinhos fofinhos e desculpa se não me fiz entender. mundomusicaldacarolina.blogspot.pt

Mirtes Stolze. disse...

Bom dia Liliane.
Acabo de conhecer o seu blog, e achei bastante interessante as suas colocações.Obrigada pela dica do filme, gostei, vou ver se assisto. Lembre-me de uma frase ao ler o enredo do filme, são todos inocentes ate que seja provado o contrario rsrs. Pois isso devemos ter o cuidado de não julgar.
Um abençoado dia.
Abraços.

Analia Cristina disse...

Muy cierta la frase del comienzo,bonitas tus fotos y tus reflexiones,un saludo cordial!!

Simone Felic disse...

Gostei da dica do filme , vou conferir , sempre anoto pra conferir,
tenha um bom dia.
bjs
http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

O meu pensamento viaja disse...

Liliane, aí está uma coisa em que somos iguais - não entendo, não aceito e não esqueço desatenção.
Quanto ao filme, gostaria de assistir e já anotei para que não me escape.

Querida, não me fiz entender. Não tem hora para usar sapato. O que acontece é que não suporto sapatos que magoem os pés. Por isso só os uso para ir jantar e ficar bonita, nunca para aguentar a dor durante todo o dia.

Beijinhos

Montana disse...

Liliane, também fico triste quando as pessoas de quem gosto não me retribuem o gostar. Agradecer e ser amável para quem nos quer bem é importante. Sá assim uma amizade pode continuar a crescer.
Quanto ao filme não vi. Neste último ano tenho visto muito pouco cinema.
Beijinhos.

Zizi Santos disse...

Oi Liliane
Você sempre carinhosa com seus amigos, a Dilma deve ter adorado ganhar esse pão gostoso!
Não tenho essa máquina, queria era ter uma de cupcake, será que dá certo? fico olhando na loja, louca pra comprar.
Não conheço esse filme, aliás no Netflix, só vejo documentários.
As vezes as crianças fantasiam e trocam as imagens. Interessante o tema desse filme.
bj
Zizi

Fátima Oliveira disse...

Oi Liliane!
O exemplo da taça quebrada, é muito bom, a gente fica também diferente quando nos fazem desfeitas, eu "tenho sorte" entre aspas de sempre me decepcionar com pessoas que eu nunca esperava, mas é bom porque assim ficamos conhecendo melhor as pessoas, e o melhor é mesmo se afastar de pessoas assim, sem guardar ressentimentos.
Beijos!

Marly disse...

Andei perdendo coisas por aqui, Hein, Lili? É que tenho andado muito ocupada, sorry!
Realmente as ofensas e desatenções podem ferir muito, há pessoas que nunca as esquecem.
Eu vi este filme e gostei muito. Ele me lembrou daquele acontecimento triste, ocorrido em São Paulo, na década de 90, em que os donos de uma escola (Escola de Base) foram injustamente acusados de abuso sexual contra os alunos (crianças bem pequenas). Depois ficou provado que tudo não passou de precipitação e julgamento injusto feito pela imprensa e população. A escola foi fechada e depredada.
Recentemente o ex-dono morreu de infarto. Acho que ele não alcançou o desfecho do processo que estava movendo contra o estado e imprensa.

Patricia Merella disse...

Liliane,eu sou assim como voce,amo presentear quem eu gosto.Eu n tenho sua habilidade nos pães,faço bolos,biscoitinhos e dou flores,sempre flores.Eu e minha vizinha temos tb uma boa relação,uma relação de troca,de amizade sem interesse.Eu fujo de gente interessada.Voce sempre acerta no pão,fico de cá salivando,beijinhos

Pedrita disse...

é terrível mesmo. mas no final pode ser trauma dele. ficamos na dúvida. eu fiquei inclusive na dúvida se o irmão só mostrou no tablet o pinto, ou se ele abusava da menina. no natal, qd estão juntos, me parecia que o olhar ia além.