Minha lista de blogs

sexta-feira, novembro 01, 2013

Calçadas malditas

Sempre que vou fazer alguma coisa nas imediações da minha casa, vou andando.
Porque não há estacionamentos e eu não vou ficar rodando e rodando para achar um lugar, as vezes até, longe para estacionar.
Mas, caminhar pelas calçadas, é um exercício dobrado do que faço na Esteira da Academia.
Driblar buracos e desníveis é uma constante.
Tem calçadas de tudo quanto é tipo.
Cada um faz o que quer e como quer.
É essa a impressão que tenho.
A calçada de meu Edifício é bem conservada.
Mas foi feita com essa malditas "pedras portuguesas".
Vc já andou de salto numa calçada assim?
Se andou e não prendeu o salto, parabéns.
Eu já "enganchei" mil vezes o salto nessas maldita pedras.

Pedras Portuguesas.
Passei a andar olhando as calçadas, em vez de andar olhando para frente.
Tem que olhar para baixo.

Horrível
 Imagina uma pessoa em cadeira de rodas, nessa calçada.
Horrível
E essa?
Como uma cadeira de rodas vai caminhar nesse sobe e desce de calçada?

Outra desgraça.
Depois que traumatizei o joelho D, num buraco de calçada, tomei mais consciência da importância delas.
No Paraíso Nórdico, certamente, não tem isso.
No "meu paraíso", também não.
Liliane

35 comentários:

Fernanda Bender disse...

Observei a mesma coisa esses dias na minha cidade... ainda comentei que cada um tem que cuidar da sua calçada, mas muitos não o fazem... por vezes caminhar é uma verdadeira aventura, driblando e pulando buracos, poças e pedregulhos, isso quando a gente não desiste e acaba andando na rua mesmo... e prender o salto nessas pedrinhas... quem nunca??? rsrsrsrs

Vanessa disse...

Liliane, aqui em BH é da mesma forma e às vezes até pior. Infelizmente as pessoas só se lembram quando precisam...

Bjos e ótimo final de semana!

Pedrita disse...

me revoltam as calçadas. é um desrespeito. eu não tenho netfix exatamente pelo fato que não tem filme nacional ou muito pouco. só os mais óbvios. os mais instigantes, o que de melhor o brasil tem feito não aparece. e em geral ficam praticamente desconhecidos. acabo investigando mais nas programações e vendo os q menos falam pq em geral são surpreendentes. beijos, pedrita

Lilasesazuis disse...

Ah, Liliane, aqui em São Paulo, não é diferente.

Acho que a Prefeitura ao invés de só cobrar, deveria fazer trabalho de conscientização dos proprietários para a conservação e adequação de suas calçadas, para o bem coletivo.

Também já estraguei saltos de sapatos nessas pedras...afff...

beijinhos e um ótimo final de semana

Lígia e =ˆˆ=

olhodopombo disse...

as calçadas são assim porque o poder público não anda por elas. eles só andam motorizados, até ir na esquina de casa comprar uma bolacha eles vão ou de carro ou de moto. Isso só vai mudar quando ninguém mais conseguir andar de carro e tiver que circular a pé. coitados dos velhos e velhas que não tem carro com motorista!

Pedrita disse...

liliane, eu tb amo museus. nem sempre lembramos de alguns passeios qd pequenos. eu lembro da casa do bandeirante. de uns museus lindos em salvador, um em uma casa moderna. mas devo ter esquecido bastante passeio.

olhodopombo disse...

Pedrita, te respondo no meu blog.
Museus serão os guardiões das receitas dos saberes e fazeres , no futuro quando pouquíssimos souberem fazer com as próprias mãos seus objetos de
uso.

M de Maria Ateliê disse...

Oi Liliane,
É um absurdo mesmo.
Olhando essa da rampa, fico imaginando se a prefeitura aprovou algo assim? Claro que não construíram e pronto!Vergonha!
Na minha rua mesmo, é um festival de desníveis de calçadas e rampas...
Não gosto de pedra portuguesa,já perdi vários saltinhos (perdi a conta) no centro do Rio.
Acredita que tem 'sapateiro camelô', exatamente nos maiores calçadões?
Cobram 15,00 para trocar o par de mini saltinhos, os tais tacões!
Negócio lucrativo!
Eu passei a levar sapatos com saltos na bolsa e andar com sapatilha.
Os americanos andam de tênis e levam os sapatos, mas com certeza não fazem isso pelas calçadas, todas que vi são impecáveis.
Também tenho o hábito de olhar para baixo...
bjs
Ótimo finde!
Com família grande é difícil mesmo fazer a árvore, um super espaço rs

lena disse...

Olá Liliane.
Por aqui também temos alguns problemas assim.
beijinhos grandes.

sandra neiva disse...

Olá Liliane,
pois eu ando tantas vezes sobre a calçada portuguesa de salto e nunca tombei nem o salto ficou lá é o hábito, aqui existem muitos pavimentos nesse material mas com figuras é fantástico, é uma questão e prática, mas essa sua calçada está péssima em muito mau estado, é inaceitável aqueles bloqueios para pessoas com mobilidade reduzida, uma tristeza mesmo.

Beijos

AnaCristina disse...

no paraiso nordico certamente nao tem rsrsr

Lilian Silva disse...

meu Deus aqui em Salvador esta assim também ou pior, que governo nojento esse que temos viu...
bom fim de semana!!!

Fátima Oliveira disse...

Oi Liliane,
Aqui temos esses mesmos problemas, eu já até cai e machuquei o joelho tb, numa calçada com buracos.
Beijos!

Nal Pontes disse...

Que pena! é mesmo assim, não podemos andar olhando para cima, ainda q precisamos, para ficar ligado quem é quem vem lá? q pode ser asaltantes e ainda perdemos a beleza das coisas. Somos obrigados mesmo a olhar para baixo. Fazer o q né? Lamentavel.Que sua postagem sirva de protesto. Amei a postagem da sua praia. bjsss

Gabi disse...

É são horríveis mesmo e isso é em todo lugar imagine como um cadeirante poderia andar nessas calçadas ou quem tem dificuldade ou usa bengalas realmente é um problema sério. beijus
Te convido a conhecer minha página no facebook.
https://www.facebook.com/pages/Casa-e-Light/511094055653322

Simone Felic disse...

Imagina e agente consegue se locomover e quem precisa de cadeira de rodas fica complicado.
bjs
http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Bruxa do 203 disse...

Aqui também estão assim e isso tem sido bem comentado. Recentemente conheci 4 pessoas que se machucaram correndo ou caminhando nessas calçadas tão irregulares e mal cuidadas.

Andrezza Canela Castela disse...

Olha aqui não é diferente não!
Já estraguei muitos saltos nestas calçadas, as vezes eu ando é na rua mesmo.
E a gente paga imposto amiga!
Liliane beijos e bom final de semana

Severa Cabral(escritora) disse...

BELO ALVORECER !
NINGUÉM MERECE MORAR EM UM LUGAR COM TANTOS BURACOS...NOSSA !
BJSSSSSSSSS

Patricia Merella disse...

Ola Liliane
Uma triste realidade da nossa Tropicalia,em Salvador é a mesma coisa.Sim,pelas bandas de cá n existe isto.Em Maio por cá o tempo é super agradavel,voce vai amar,pois é a primavera e tudo estara florido e no geral n temos mas neve e temos bastante dias de sol,beijinhos

Zizi Santos disse...

Liliane
Aqui tem aos montes dessas calcadas traidoras
E pensa que consertam?
Nao
Tornam-se crateras
Para nao sofrer acidentes, fiquei amiga das sapatilhas, pois com saltinho demoro muito para chegar onde vou
E gosto de andar rápido.
Seu post é inteligente chama nossa atenção para tomarmos as providencias!
Eumlembro do seu post sobre um buraco na sua rua! Vc foi,lá e deu resultado.
Bj
Zizi
Ja coloquei os links no post do esmalte

KINHA disse...

Olá Liliane

Acho que este não é um problema somente do seu bairro ou de sua cidade. Este problema está em diversas cidades, incluindo a minha. Aqui não tem como andar de saltos altos nas ruas e mesmo o salto baixo se torna perigoso. Quanto às pedras portuguesas, são lindas mas um terror, pois chove muito em minha cidade o que faz com que se danifiquem. O que fazer??? Já coloquei minha cobertura à venda. Vou comprar um sala/quaro/cozinha e vou morar no nosso paraíso. Aqui não tem mais jeito. INFELIZMENTE!
Bom final de semana

AMIGA DA MODA by Kinha

Imaculada disse...

Liliane querida!
Infelizmente, acredito que esse problema encontra-se em todas as cidades. Deveria ter um padrão para construir as calçadas.
Abraços amiga!

Veronica Kraemer disse...

Lili querida, aqui em São Paulo estão pegando pesado com as miltas para calçadas mal conservadas. Mas ainda tem, e muitas!
Achei as daí bem piores que as daqui, você tem razão em reclamar, que horror.
Espero que logo arrumem essa bagunça!
Beijossssssssss e um domingo abençoado pra ti
Vero

Vanessa Meiser disse...

O problema é que a calçada é de responsabilidade dos proprietarios das casas, daí cada um faz mesmo o que quer....

Beijão, Van - Blog do Balaio
balaiodelivros.blogspot.com.br

Angela Graziela disse...

As calçadas estão realmente uma vergonha
E é em todo o país

Já estou seguindo ;)

Beijos
@pocketlibro
http://pocketlibro.blogspot.com

Pedrita disse...

liliane, q bom q gosta dos vídeos q coloco no meu blog, eles ajudam a ilustrar. o q achei bom no do museus é que dá pra ver todo o programa, então minhas amigas que estão fora do país vão poder ver.

Angélica D disse...

Hola. Lil querida esa es una triste realidad que se da mucho y en todos lados,, es un tema mucha veces de falta de dinero de los gobiernos o mal uso de estos
Besos

Fernanda Bizerra disse...

Oi.

Vi um comentário seu em um blog e amei sua sinceridade e tinha que conhecer seu espaço. rs E espero voltar sempre aqui.

Bom falando do post realmente as calçadas são sempre um lixo de tão ruim que são, por isso temos que andar no meio da rua correndo mais risco que o necessário, já que as calçadas são péssimas e sim para os cadeirantes é ainda pior. Espero que isso mude um dia.

Beijos Fê :*
http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

CASA DE FIFIA disse...

essas calçadas são um atentando a pés e joelhos.
por aqui se uma pessoa cair e quebrar uma perna por culpa da calçada,pode fazer uma causa civil ao prefeito e a prefeitura.

Francy disse...

Oi Liliane,
É verdade, as calçadas do Recife, são terríveis. Em Leiden, as calçadas são muito boas e largas. Aqui no Algarve, dá vontade de andar a pé, somente pela beleza das calçadas...
É pena que as Prefeituras do nosso país não tenham suficiente capacidade para fazer com que os proprietários dos imóveis façam o que deve ser feito, ou então tomarem para si o encargo e depois cobrar deles, se não pagarem: execução... simples assim...

Crocheteando...momentos! disse...

Liliane...infelizmente...a falta de consideração por quem precisa de usar os passeios...não é só por aí!
Também aqui se vê bastante desleixo!
Reconstruir a calçada é um trabalho árduo e requer alguma especialização!
Contudo...é a má gestão das verbas e do pessoal que fazem com que as nossas autarquias não consigam cumprir com a sua obrigação!

Jane Quintela de Carvalho disse...

Oi Liliane, é pra acabar mesmo, só no Brasil que estas caçambas ficam na calçada, deve ser... aqui na minha cidade tem lojas que colocam os móveis pra fora, na calçada, expondo a mercadoria e impedindo a passagem dos pedestres, é um horror... boa semana pra ti!!!

Marly disse...

Lili,

Este é o tipo de coisa que atesta o quanto o Brasil ainda tem que melhorar. Mas eu sou otimista, acho que a desaprovação da gente já é o início da mudança.

Nina Braz disse...

Oi Liliane,
Há uns anos atrás, uma senhora, minha vizinha, caiu em uma calçada e foi parar no hospital.
Beijos