Minha lista de blogs

sexta-feira, novembro 07, 2008

Washington

Ele (sem bigode)faleceu ontem depois de um tempo grande de sofrimento e internação. Como era um homem esclarecido imagino que soubesse da gravidade de sua situação.
Mas, deve ter sofrido muito, calado e parece que sem reclamar.
Participava de alguma coisa (seita?) e dizia que nas reuniões tomavam uns chás.
Talvez, por confiar nos chás, em algum momento da vida tenha relaxado com seu tratamento.

Convivi pouco com Washington.
Falávamos de culinária.
Ele gostava de comer e de fazer.
Fazia uma Tilápia com molho, acho que, de maracujá, que me dava água na boca quando falava da receita..
Quando fui visita-lo no Hospital, falei que as tilápias que eu compravam fediam.

Torci para que ele saísse daquela situação.
Ontem, ele se foi.
Agora deve começar a briga da família pelos bens.
Pouco ou muito, não importa.
Que se estraçalhem. Washington não vai vê. Ainda bem.
Liliane

7 comentários:

Donaella disse...

Agora ele nao sofre mais!
Bj querida
=]

Anônimo disse...

Oi Liliane, ele trabalhava com vc no HGA?
Anna

Anônimo disse...

Desculpe, a pergunta que ficou incompleta, trabalhava com vc?
Anna

Anônimo disse...

As vezes, Paula, conviver pouco não quer dizer muita coisa, concorda? Imagino o terror que seja ficar tanto tempo internado.
Edileuza

Francy e Carlos disse...

Olá Lili,
O Lindinho não parou o tratamento. Suspendeu por dois dias apenas, porque por morar sozinho não tinha ninguém que fosse buscar.
O chá? não tem nada a ver com o problema de saúde dele. Lá ele ajudava a famílias carentes, na Escola de crianças carentes, foi autor de um projeto chamado " Luz das Letras " e auxiliava muita gente que precisava de comida..., inclusive ele arrecadava "cestas básicas" "kit de material escolar" onde nós, eu, marido e o meu cunhado ajudávamos nos donativos.
Quanto aos bens, nem por isso.
Só te dizemos uma coisa: ele era como se fosse nosso filho e nós tinhamos muita consideração e respeito pela pessoa que ele era, amigo dos seus amigos e sobretudo amigo do BEM, sem olhar a quem. Sentimos muito a falta dele, pois ele era, filho, amigo, irmão, companheiro de brincadeiras e se sentia muito bem conosco.
Beijinhos,
Francy e Carlos

Anônimo disse...

Deu até água na boca imaginar a Tilápia com molho de maracujá.
Andrezza

Laura disse...

Sinto muito!