Minha lista de blogs

quinta-feira, dezembro 20, 2018

Lana Cristina














Lana Cristina, esta madrugada teve talvez, a quarta parada cardíaca (?).
Difícil explicar como, no desespero, as massagens desordenadas que fazemos (eu e Érica) consegue faze-la voltar à vida (?).
O susto que tomei com o desespero de Érica, minha filha, quase me mata.
Já pedi que ela aceitasse que nossa querida Lana Cristina pode não ter mais muitos anos de vida.
E que ela não deve se desesperar.
Eu sou médica.
Érica é veterinária.
Mas, na hora do desespero parece que a gente nem consegue lembrar disso.

Liliane

16 comentários:

Pedrita disse...

nossa, que angústia. ah, não lembra de nada não. espero que ela melhore.

Rejane Tazza disse...

Entendo perfeitamente!Que pena! Tomara ela resista ainda!!!Boa sorte! Bjs,chica

Gil António disse...

Olá:- Nos momentos difíceis o amor sobrepõe-se a todo e outro qualquer sentimento ou lembrança de profissão. Mas se calhar se não fossem os vossos conhecimentos médicos talvez essa cadelinha de olhar tão meigo e doce já não fosse viva
--
Votos de um … FELIZ NATAL
..
*** Coração vagueando por ti ... em parte incerta ***

Debora disse...

Quantos anos tem a Lana?
Tenho uma colega passando pelo mesmo problema, uma cadelinha boxer de 13 ou 14 anos que Tem dado alguns sustos. Ela não quer perder a companheira de jeito nenhum e nada consola, nem saber que a cadela já tem idade, nem que está doente. Corre pra ajudar todas as vezes.
Situação muito difícil. Boa recuperação para a Lana!

Jane Quintela de Carvalho disse...

Oi Liliane... a gente nunca está preparado quando é alguém que a gente ama, seja de duas ou quatro patas... eu confesso que nem saberia fazer essas massagens!!!
Beijosss!!!

Luli Ap disse...

Olá Lilianeee
Puxa vida que susto!
Eu penso que é exatamente por você e a Érica serem profissionais é que a Lana Cristina tem conseguido superar essas crises, eu sei que apesar do susto e preocupação vocês fazem o que deve ser feito e da melhor maneira possível.
Imagine se sou eu? tenho um treco e não saberia nem por onde começar :(
Desejo que a pet esteja se recuperando bem. Na torcida.
Bjs Luli
https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br


Ana Freire disse...

Nem consigo imaginar o tamanho da aflição!
Será hereditário, ou haverá alguma patologia que tenha desencadeado isso?...
A bichinha parece-me não ter ainda muita idade!... Tomara que se aguente por cá, ainda muito tempo, e que talvez se descubra, algum remédio ou exame, que mostre o que está acontecendo, com ela...
Beijinhos! Esperando que tudo corra pelo melhor!... Aproveito para deixar os meus votos de que passe um Feliz Natal, na companhia dos seus, Liliane, com saúde e paz, que é sempre o essencial!
Tudo de bom!
Ana

Hugo disse...

Minha poodle tb se foi há dois meses.

É um sentimento de perda terrível.



Profª Lourdes Duarte disse...

Boa tarde !
O Natal está próximo e eu não poderia deixar de passar aqui, com um pedido de desculpas pela ausência que muitas vezes se prolonga devido a falta de tempo para navegar em todos os blogs amigos e com os meus votos de um feliz natal!
Natal é época de felicidade, paz, amor, união, respeito, amizade...
Neste Natal semeie amor, paz e fraternidade para que no ano novo você colha bons frutos.
Desejo que nesse Natal seu coração esteja repleto de coisas magicas para que no ano novo ele encha de esperanças e que as alegrias permaneçam em sua vida trazendo realizações, paz e amor para você e toda sua família!
Boas Festas! Feliz Natal

Nalan Ünal disse...

:( How is Lana Christina now?

alfacinha disse...

Há sempre momentos difíceis na vida, espero que a Lana melhore
Abraços

Maysa disse...

Incrível o quanto eles fazem parte de nossas vidas
melhoras a Lana

Patricia Merella disse...

Espero que a Lana já esteja melhor! Bjs

Debora disse...

Liliane,

As fotos de Portobello Market são minhas, sim. Pelo jeito nós gostamos do mesmo estilo de fotos em viagens. Apareço em poucas (não gosto de ser fotografada), mas essas nem posto no blog.

Andei perguntando da Lana Cristina e falando em aceitação e nem imaginaria que na madrugada seguinte nós perderíamos o nosso gatinho, Oliver. Ele conseguiu escapar mesmo com a tela que coloquei, mesmo com castração, não teve jeito. Fui ouvi-lo chamando às 5 da manhã, em frente de casa, e ainda consegui buscar meu companheiro e levá-lo até um veterinário 24h. Mas nada que pudesse ser feito.

Final de ano tristíssimo. Ele ficava me seguindo o tempo todo e de repente a casa ficou triste, muito triste. Uma hora passa, mas eu amava aquele gatinho muito mais do que eu pensava.

Sobre meu pai, está em tratamento de novo. Se sentindo bem fisicamente, mas a notícia foi um baque pra nós. Mas estamos com ele, uma batalha de cada vez.

Um ótimo final de ano pra vcs!

Lete disse...

Tão fofinha, essa bichana! Espero que ainda vos dê muitas alegrias. Não imagino o desespero, mas espero que sejam só pequenos sustos.
Beijinho, Lili, continuação de coragem com essa bichaninha!

Andréa Santana disse...

Para vocês que salvam vidas é ainda mais difícil a dor da perda.
Ela é muito fofa, com os cuidados da sua filha que é veterinária ela vai superar.

Beijinhos ♥