Minha lista de blogs

segunda-feira, setembro 26, 2016

A história deles

Junior
Passei, ontem, o domingo, terminando de colocar nessas Pastas, um pedaço da vida de meus filhos.
O Junior desde cedo desenhava muito histórias de Super-Herois.
Desenhava tanto e largava pelo quarto dele.
Eu juntava tudo e sempre que podia colocava datas.
E escrevia textos muitos bons.
Para a Escola e para mim, no dia das mãe, no niver, no Natal.
Guardei tudo que encontrei e arrumei nessas 3 pastas de 50 folhas transparentes
Então, cada Pasta tem mais de 100 texto.
Ele fazia revista de super-heróis e vendia no Colégio.
Junior não tem noção do tanto que guardei para mim.
Mas agora quero dar a ele de presente.
Érica
Nesta Pasta com 50 folhas transparentes coloquei as coisas da Érica.
A dela, só juntei para uma Pasta.
Érica, também tem facilidade de escrever mas diferente de Junior os personagens eram outros.
Tenho pena, muita pena deles terem crescido.
Mas, é o lógico.
Eu é que, burramente, não me preparei para isso.
Liliane

16 comentários:

✿ chica disse...

É tão lindo ter esses guardados,nção é? Boa recordações! E eles realmente crescem, como nós crescemos...bjs, chica

Sophie disse...

Hallo Liliane...
auch ich gehöre zu den Sammlern von alten Kinderbüchern, Kinderkleidung, Spielzeug, etc.
Meine Enkelin spielte inzwischen mit den Spielsachen, die schon mein Sohn und meine Tochter hatten.
Inzwischen ist sie älter geworden, geht ja nun zur Schule, und da kommen andere Interessen.
Außerdem sehe ich sie dadurch auch nicht mehr so oft.
Einmal die Woche bin ich bei ihr Babysitter, da meine Tochter (Psycho-Therapeutin) bei ihren Patienten eine Gruppentherapie leitet.
Da können wir sie nicht alleine lassen. Sie ist ja erst 6 Jahre alt...

Aber bei mir im Keller liegen viele Dinge. Viel zu viel.
Je mehr Platz, desto mehr stapelt man Dinge, die kein Mensch mehr braucht.
Nur von den schönsten Dingen, da kann auch ich mich sehr schlecht trennen und bewahre es auf. Und es ist sehr spannend, wenn man dann mal wieder in den alten Sachen wühlt.

Ich hoffe, es geht dir gut, liebe Freundin, und du bist gesund.
Viele liebe Grüße und Kuß von Sophie

lenalima disse...

Que coisa legal, amiga, tabém guardei muita coisa mas já destribui...

A gente nõa erra, simplesmente não estamos preparadas para tal. creio que a maioria das mães são assim ... apegadas!

Montana disse...

Liliane, Eles crescem mas para nós são sempre "os nossos meninos".
Beijinhos.

Anajá Schmitz disse...

Olá,
que legal, tu teres guardado tudo. Tem bastante lembranças. Uma pena mesmo, eles crescerem tão rápido. As vezes me assusto, como meu filho cresceu e se tornou um homem lindo.
Bjos
tenha uma ótima semana.

Hugo disse...

As minhas mães sempre tratam os filhos como crianças, mesmo depois de adultos, isso é normal.



Ana Maria Braga disse...

Acredito que eles vão adorar quando receberem.
Tão bom quando os filhos estão ainda debaixo das asas da gente.
Bjs

O meu pensamento viaja disse...

Ninguém se prepara, querida! Ninguém! De repente, olhamos para o lado e, estupefactas, vemos que cresceram!
Beijo

Debora disse...

Liliane... sinto que nunca vou estar preparada para isso também!
Meu filho ainda é criança, mas às vezes me dói o coração de ver que ele cresce a cada dia!

Pedrita disse...

que lindo, que belo trabalho. ele vai gostar. beijos, pedrita

Os olhares da Gracinha! disse...

Liliane...já fiz algo do género para os meus herdeiros que adoraram!
Seus filhos vão adorar!!!bj

Mona Lisa disse...

Os filhos são sempre os nossos bebés, embora fiquem sempre as saudades de quando eram pequenos. É o melhor tempo!

Beijinhos.

Patricia Merella disse...

Liliane,com certeza tens um tesouro. Eu também guardo algumas coisas de João. Quero entrega-lo nos seus 18 anos.Ah Liliane. ..nem me fale.Quando fui viver a Portugal com meu marido, a sua filha tinha 8 anos, curtiu muito a chegada de João. O Miguel tinha 12 anos e era um adorável adolescente.A Mariana estå a estudar em Londres e Miguel acabou eng de informática e começou mestrado.A vida é tão rápida. Beijinhos

Jane Quintela de Carvalho disse...

Oi Liliane... que excelente ideia, vou começar a fazer aqui também, meus filhos têm o dom de escrever e desenhar, adorei!!!
Nem me fale em crescer, preciso me preparar psicologicamente, rsrsrs
Beijosss

Maria João disse...

Guardei algumas artes dos meus filhos, mas infelizmente não todas. Andavam separadas por gavetas ou envelopes, quando por acaso me cruzei com os scrap books na net e resolvi fazer um com tudo o que eram lembranças em papel que andavam pela casa sem rumo. No meio, as obras de arte dos filhos. Ficou um "livro" muito giro e que gosto de folhear de vez em quando. Nem que seja na tentativa de os rever crianças, quando eles agora já são adultos.

Zizi Santos disse...

Uma carinhosa lembrança!
um tesouro melhor dizendo!
é bom recordar os desenhos, os escritos
Eu ainda tenho desenhos, que o filho não quer levar
qualquer hora, vão ser descartados , infelizmente

Sobre a ilha, só foram cinco dias
já voltei faz tempinho
é simples, mas aqui perto
vontade temos de conhecer Noronha
mas é bem longe e caro