Minha lista de blogs

sexta-feira, abril 25, 2014

Fofocas

Na hora que estou almoçando para ir malhar assisto o final do Programa "Encontro Com Fátima Bernardes".
O programa é interessante e acho a Fátima, além de bonita, antenada.
Não assisto todo porque não tenho oportunidade.
Ontem, 5ª feira, ela falou de fofocas em Salão de Beleza.
Alguns profissionais que foram ao programa, se acharam "psicólicos", porque escutam de tudo e acham que orientam tudo.
No Programa Encontros
Mas tinha uma senhora, acompanhada da filha que disse colocar um copo no ouvido para ouvir as conversas dos vizinhos.
Para depois sair fofocando.
Pensei: "essa coisa não tem o que fazer"?
Lembrei que minha amiga, Anamaria acha esquisito porque não converso com ninguém em Salão de Beleza, salas de esperas, etc, etc.
Sou delicada, atenciosa, mas conversar de minha vida ou comentar de vida dos outros, "tô fora".
Nunca vou fazer isso. Não combina comigo.
E não pergunto nada da vida de alguém.
E se perguntar da minha, ignoro.
Quando vou no Salão, já levo minha VEJA e o mundo se acaba.
Quando o serviço acaba, agradeço, pago e venho embora.
Vida dos outros não me interessa.
Minha mãe dizia que quem fofoca, quando vc der as costas, fala de vc.
Não é verdade?
Liliane


25 comentários:

casa de fifia disse...

concordo com você.
sabe aquele ditado que diz que a língua fere mais que a espada.
aqui na Itália tem um que diz. quer viver cem anos ?
não meta a língua na vida dos outros.
a tradução ficou esquisita, mas dar para entender nè.

baci

Pedrita disse...

colocar o copo para ouvir os vizinhos é surreal. a pessoa admira tão pouco a sua vida que precisa cuidar das dos outros pra se entreter. beijos, pedrita

✿ chica disse...

Pior é que tem gente que se presta pra fofocar! beijos,chica

Maria Alice disse...

Liliane este texto poderia ser meu. Somente mudaria: não levo a minha veja, pego qualquer revista no local e não dou oportunidade de perguntar nada de mim.Me sinto melhor assim.

O meu pensamento viaja disse...

Assisto, sempre que posso ao programa da Fátima Bernardes, uma mulher muito inteligente.
Essa conversa de cabeleireiro não é para mim, mas devo ter cara de psicóloga pois ouço cada coisa!

Simone Felic disse...

É verdade mesmo , você vira as costas e lá está a pessoa falando de ti pra outros, é terrível este hábito, que pra mim é uma habito dos infernos.
tenha um bom fim de semana.
http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Solange Honorato disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Solange Honorato disse...

Menina, estava com saudades de você! Não sou cruel não Lili, é a correria mesmo.:))

Olha só, quando vou ao salão, costumo conversar com as pessoas... fico louca se tiver que ficar calada. (até tento, mas dá uma coceirinha...rsrsrs)
Acho que tem tanta coisa legal pra conversar em um salão... moda, cinema, livros, etc... afinal, é um momento quero esquecer dos meus problemas e relaxar.

Vi suas fotos antigas e também as da academia. Você está ótima e super em forma! Beijão!!!

Mira disse...

Concordo com sua mãe, nada de falar
nas costas dos outros, é feio,
beijos

Graciane Ivanow disse...

É verdade, Liliane! Concordo com a sua mãe, pois, na porta da escola da minha filha é assim, vejo muitas mães fofocando de tal mãe e no outro dia estão lá lambendo o motivo da fofoca. Já teve épocas que eu chegava sempre na hora exata da minha sair para evitar esse tipo de conversa, coisa chata, tanto assunto interessante para discutir, para que vou querer falar da vida alheia? Graças a Deus, encontrei uma cabeleireira e uma manicure que não gostam de fofocas, então, conversamos trivialidades, leio uma revista, um livro ou assistimos TV enquanto elas fazem o seu trabalho.
PS. Demorei, mas apareci na blogosfera, rs.
Beijinhos pra vc!

Montana disse...

Liliane, detesto fofoca "bilhardices" como se diz na minha terra. Infelizmente existem por todo o lado, no café, no trabalho, no cabeleirero, consultório médico. O melhor é fazer o que a Liliane faz, não lhes dar ouvidos. Bjs.

Ju disse...

Oi Liliane,
Concordo em tudo. Fofoca é algo muito chato e conversas de salão quase sempre giram em torno disso. Tenho sorte de frequentar um salão aqui em Holambra onde as frequentadoras são, na sua maioria, pessoas muito discretas e como só atende com hora marcada, nunca tem aquele rebuliço de gente, sabe? É chegar, ser atendida e ir embora. Frequento desde 2009 e sempre foi assim. Claro as pessoas conversam e tal, mas nada de exagerado.
Agora, há pessoas que não sabem viver sem ficar se intrometendo na vida alheia. Tão feio...
Beijinhos e um ótimo fim de semana.
Ju

AnaCristina disse...

verdade rsrsr
Liliane, aqui em casa todos adoram poços de caldas!

RENATA REIS disse...

é isso ai amigam ai amiga, são esses detalhes que tornam uma pessoa elegante!!tambem odeio fofocas!!

Nal Pontes disse...

Concordo plenamente. Também não gosto. A vida das pessoas devem ser respeitadas. Fofoca não faz bem a ninguém. bjsss

Crocheteando...momentos! disse...

Eu costumo dizer que...nas costas dos outros vemos as nossas!
Não passa pela cabeça de ninguém tal atitude! Ou passa?
Não aprecio este género de situação!

Patricia Merella disse...

Sua mãe tem razão,quem fala dos outros para voce fala tb de voce para os outros.Cá o salão n ´€ diferente do Brasil,mas eu faço que n entendo e sempre,sempre levo minhas revistas de decor e jardinagem.Beijinhos

Sophie disse...

Liebe Liliane,
getratscht wird immer und überall.
Psychologen sagen sogar, es wäre gesund.
Natürlich nicht, wenn man dabei auch noch gehässig ist.
Ich mag es nicht, wenn man hinter meinem Rücken über mich klatscht.
Ich möchte direkt darauf angesprochen werden.
Dann kann ich auch damit umgehen.
Auch mit Kritik.
Es gibt da wirklich schlimme Menschen.
Im Job sagt man auch "Mobbing" dazu, wenn es sehr heftig ist.
Habe ich auch schon erlebt, obwohl ich immer versuche, es nicht so dicht an mich ran zu lassen.
Inzwischen sehe ich das ganz gelassen :-)

Ein schönes Wochenende wünsche ich dir, mein Liebes
Hier scheint die Sonne, es ist schon warm. Und eben hat es stark geregnet und gedonnert.
Umarmung...

Marly disse...

Oi, Lili,

Antigamente, para me desviar das fofocas de salão, eu falava sobre artistas, artes essas coisas. Mas já faz muitos anos que não falo é de nada, levo também a minha Veja ou um livro e me ocupo com eles, rsrs.

Beijoca

Christiane Garcia disse...

Liliane, somos iguais...rsrs... Detesto esse tipo de conversa e se perguntam da minha vida tb não falo...
Ás vezes eu consigo ver o programa da Fátima, é realmente muito bom.
Te desejo um ótimo fim de semana! Bjs

Fátima Oliveira disse...

Oi Liliane,
não me fecho com uma revista, até leio, mas se alguém puxar conversa, interajo, desde que não seja falar da vida alheia.
Também gosto do programa da Fátima, mas só vejo sempre o final, tal como você, o horário bem difícil pra mim.
Beijos!

Jane Quintela de Carvalho disse...

Liliane, certíssima você, eu quando vou ao salão também levo um livro que é para ler quando espero (tenho horror a esperar!), não falo nada da minha vida e também não quero saber nada da vida de ninguém, mesmo assim a gente fica sabendo, não é mesmo?
Beijosss!!!

Angélica D disse...

Lil querida no conozco ese programa ,,Que tengas un óptimo domingo
Besos

Nina Braz disse...

Oi Liliane,
Já ouvi essa tua ultima frase e concordo, é bem assim que acontece.
Beijos

Lia Gloria disse...

Eu converso em todo lugar que vou, mas me abstenho das fofocas, desvio o assunto ou simplesmente me calo.

bjs