Minha lista de blogs

quarta-feira, agosto 29, 2012

Com quem está meu sobretudo.

Aliás, não achei também o outro sobretudo de um tecido impermeável.
Estou preocupada porque até onde sei, o sobretudo não ia sair andando do guarda-roupa.
As serviçais não iam usar isso, então, a elas não emprestei.
Não consigo nem lembrar se emprestei.
Mas se tivesse emprestado, eu saberia a quem, porque sou organizada.
Posso até falhar, mas sou, de maneira geral, organizada.
Além de anotar a quem emprestei vou avisando que tem prazo de devolução.
Não costumo emprestar.
E nunca perdi meus amados livros porque tenho um sistema de empréstimo semelhante a bibliotecas.
Nessa altura do campeonato, com o verão quase batendo na nossa cidade é praticamente impossível, encontrar onde comprar.
As lojas não lembram que as pessoas podem precisar de roupas para frio, no verão.
Os nossos sobretudos são lindos como a dessa modelo que encontrei na rede.
Emprestei a vc? Pode devolver?
Liliane

14 comentários:

Mariazinha disse...

oi Liliane, que peninha que não fui eu, gostaria de morar perto de vc para fazer bastante fuxicos com vc e para vc.....beijos

O meu pensamento viaja disse...

A mim não emprestou, querida!
Na minha opinião deve ter guardado num lugar diferente e agora não lembra. Se tivesse emprestado, acho que saberia.
Já vejo que vai viajar para o frio. Acertei?

O abacate é uma fruta cara que, por aqui, se come como entrada ou na composição de saladas.É muito rico em Omega 3 e, por isso, protege as nossas artérias. Não como assiduamente, mas, quando vejo, compro e incluo nas saladas. Sou muito atenta a uma alimentação saudável e procuro ser disciplinada e, acima de tudo, criar o hábito de comer bem.
Beijo, querida e oxalá o seu lindo sobretudo apareça logo.
Quando vai viajar?

Eva Sabbado disse...

Não esqueceu na última viagem? Você lembra de ter guardado ele? Tomara que você o encontre. bjos.

Ana Maria Braga disse...

A mim, tb vc. não emprestou....rs. Acho lindos esses sobretudos. Tenho um preto que comprei em Teresopolis.
Estou com meu PC quebrado. O monitor não liga.
Beijos.

Sandra Lima disse...

Difícil, viu? Talvez em uma lavanderia?
Então pare e pense: Qual foi a última vez que usou? E que lembra de ter visto? Já olhou com a sua filha (costumamos assaltar o guarda-roupa da mãe escondido, hehe)? Tem mais alguém que poderia ter pego emprestado?
Boa sorte aí, Liliane, porque perder algo assim é de matar de ódio!
Beijos

Wilqui Dias disse...

Vixe como assim sumiu?
Eita Li faca uma operacao pente fino na sua casa amiga, por que deve está em algum lugar, quem iria usar no calor maravilhoso dai rsrs.
bjao

Imac by Artes disse...

Liliane querida!
Estou imaginando como estás sentindo!
As vezes me acontece isso, mas se não encontre costuma deixar... De repente
quando menos espero acabo encontrando. Desejo de de coração que você os encontre também. Abraços!

Daniella Branco disse...

Assim como algumas amigas aqui acham, será que não está em outro lugar?

Pede para a Clarice procurar super direitinho em casa cômodo da casa, vai que ele aparece....rsrsrs

beijos


Ahhhhhhhhhhh...recebei os presentes!!

vê lá no blog!

Marly disse...

Oi, Lili,

Que situação mais chata, espero que tudo se resolva do melhor modo, ou seja, os sobretudos aparecendo, bonitos e charmosos, rsrs.

Beijo

lenalima disse...

para mim tu não emprestou. tenho certeza!
espero que ele volte...
bjss

Anônimo disse...

Oi Liliane,
saudade de vc!
Sugiro pensar se não levou na lavanderia, ou se em função de alguma obra não protegeu em alguma embalagem e guardou em outro quarto.
Um grande abraço da Isa do ex-rosmarino

AnaCristina disse...

eu nao peguei!

Anônimo disse...

Liliane, nessas reformas de armários vc não os mudou de lugar olha direitinho. Tenho perdido cada coisa absurda, tipo a chave do meu carro sumiu, coisa de doido isso.
Tomara você encontre.Venha visitar as cataratas do Iguaçu e aproveita vai na Argentina tem cada um lindo por preços bastante justos.
beijos Marlene-PR

Montana disse...

Liliane, será que não deixou esquecido no seu local de trabalho?
Detesto quando não encontro as minhas coisas.
Espero que os sobretudos apareçam.
Beijos.