Minha lista de blogs

sábado, dezembro 15, 2018

Livrarias









Estou como o coração partido de vê a situação difícil das Livrarias.
Jamais imaginei um cenários desses.
As belas Livraria Cultura e Livraria Saraiva, fechando lojas.
Faz alguns anos que não posso comprar livros em Livrarias. 
Se compro, faço-o em Sebos (Estante Virtual).
Mas não deixo de visita-las quase que semanalmente.
Sei que visitar sem comprar não adianta, não ajuda.
As vezes para ter o prazer de ficar um tempo por lá, levo o livro que estou lendo.
Se pudesse ajuda-los. 
Todo dia morro um pedacinho, seu sei.
Mas agora, esse pedacinho aumentou.
Leiam.
Presenteiem com livros.
Foi assim minha vida toda que presenteei crianças.

Liliane

18 comentários:

Gil António disse...

Boa tarde:- É triste mas a verdade é que os livros são caríssimos. Qualquer livro custa mais de 10 euros. Não é fácil para as bolsas dos portugueses, falando de Portugal.
.
Feliz fim de semana
.
*** Flor de Linho de Amor Vestida - "" Poetizando e Encantando "" ***

Pedrita disse...

eu fico muito triste, mas essas duas redes cresceram demasiadamente. inclusive o herdeiro da cultura abriu o capital o q fragilizou mais ainda a cultura. muito triste. em são paulo vai inaugurar a livraria da travessa, uma importante livraria do rj q sempre foi pequena. a livraria nobel aqui tb se mantém pequena e continua honrando os editores, bem como a livraria da vila. eu comprei livros agora na feira da usp, direto das editoras, assim ajudo as editoras q levaram um colete monstruoso dessas duas livrarias. ganhei dois livros tb pq sempre peço livros de presente. tenho comprado na saraiva q ficou muito em conta desde q a amazon chegou no brasil. há uns anos tenho comprado só de livrarias ou feira da usp. com a crise quase nao compro, mas qd dá compro pela internet das lojas ou direto das livrarias. comprei na saraiva agora um calendário pra o ano q vem q é fundamental ao meu trabalho. beijos, pedrita

Pedrita disse...

sim, editar livros são caros ainda mais em pequenas quantidades como são feitos atualmente. mas um livro q eu queria estava custando 26 reais. e comprei livros na feira da usp por 18 reais. ok, 50% menos q o valor de capa. mas volte e meia aparecem promoções. e dizer q não lê por falta de tempo ou pq o livro é caro são desculpas. eu nao tinha dinheiro pra comprar por anos e fui sócia de várias bibliotecas. hj até tem menos. mas ainda tem bastante biblioteca gratuita. eu mesma tenho algumas nao tão perto mas q posso ir pegar livro lá. e um livro a 26 reais em sao paulo é menos q um cinema, e nem estou computando o valor da pipoca q é milionária. aqui no metrô tem uma caixinha, eu já peguei livros lá e já deixei revistas por lá.

Debora disse...

Fiquei muito surpresa (e triste) quando soube da dificuldade que as livrarias estão passando. Aqui em casa somos amantes de livros e gostamos muito de frequentar livrarias! Mas um grande problema que vemos é que os preços online, muitas vezes, são muito menores que na loja física. Acabamos comprando por lá.

Outra questão é que, em geral, os livros novos estão muito caros. Os sebos acabam ganhando com isso. Muitos livros do meu interesse não se encontra nos sebos. Semana passada me interessei por dois, um deles estava 170 reais (acho que uns cento e pouco seria um preço mais honesto, que eu pagaria) e ou outro saía por quase 300. Sim, 300 reais. Não tem quem aguente, né? Se eu quiser até compro, mas não é coisa que a gente consiga fazer toda hora!

Jane Quintela de Carvalho disse...

Oi Liliane... aqui na minha cidade não tem livraria, compro pela internet ou quando vou para Bauru e lá tem a Empório Cultural que eu amo de paixão... eu sempre compro livros, pra mim mesma, para as crianças e para presentear, não ligo se o livro é caro, se eu estou a fim de ler eu pago, hoje posso ter esse luxo, antes só lia se alguém me emprestava... e hoje em dia eu empresto os meus para meus alunos que gostam de ler e são cuidadosos, nunca perdi um livro que emprestei, tenho sorte!!!
É realmente uma pena as livrarias fechando!
Beijosss

Os olhares da Gracinha! disse...

Uma triste realidade!
Bj

Elisabete disse...

É verdade, os livros são caros e temos as bibliotecas que emprestam.
Bjs

Ana Freire disse...

A realidade dos nossos dias, infelizmente!...
Aqui em Portugal, ainda não se perdeu totalmente o hábito de comprar os livros, nas livrarias, apesar dos seus preços não serem baratos... mas muita gente, continua um pouco avessa às compras pela net...
E livros, têm sido a grande maioria das minhas prendas deste Natal...
Beijinhos! Feliz domingo, Liliane!
Ana

Hugo disse...

O que está acontecendo com as livrarias é um processo parecido com o que ocorreu com as videolocadoras. Sei que as livrarias não irão desaparecer como as videolocadoras, mas a tendência é cada vez mais o mercado diminuir e as lojas físicas seriam poucas e pequenas.

São vários fatores. A mudança de hábito da nova geração de preferir tudo no formato digital, a quantidade pequena de pessoas que realmente gostam de ler e os preços altos dos livros, muito por culpa dos impostos absurdos deste país, além é claro da crise financeira. O desemprego e a renda baixa faz com que as pessoas priorizem seus gastos para coisas essenciais.


Lete disse...

É realmente muito triste, Lili.
Atualmente muito pouca gente investe em livros, são caros e um grande número de pessoas prefere o formato digital. Ainda compro livros, mas muito menos do que há anos... algumas vezes vou buscar emprestados à Biblioteca Municipal.
Curiosamente ainda compro livros às crianças. Adoro ler-lhes as histórias. As minhas prendas são peças feitas por mim ou livros, sempre. :)

Isa Sá disse...

Estão a passar por uma fase dificil, mesmo, as livrarias.


Isabel Sá
Brilhos da Moda

O meu pensamento viaja disse...

Aqui o cenário é igual e, infelizmente, acho que não há volta a dar. Cada vez se compra mais online e, o que é pior, cada vez se lê mais online.
Os poucos presentes que comprei para oferecer no natal, são livros. Eu sinto que faço a minha parte. Beijo

Luli Ap. disse...

Olá Lilianeeee
Nem sei o que dizer, acho muito complexo.
É controverso dizer que um livro é caro quando as pessoas vão em jogos de estádio no Morumbi, por exemplo, e pagam até 140
Também acho que se os livros fossem mais baratos, as pessoas comprariam mais. Nas máquinas de metrô era fila todo dia assim como nas prateleiras de troca das estações de bus.
Então acho que uma boa parcela da população gosta de ler.
Talvez seja um conjunção de fatores que passa pela sociedade, financeira e cultural.
Sinceramente não sei dizer, massss é mesmo uma pena tantas livrarias fechando :(

Siiiiim já assisti os filmes e no começo do ano que vem tem resenha.
Só falta ver Não amarás e Uma história real.

Ótima semana pra ti
Bjs Luli
https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

Nal Pontes disse...

Verdade Liliane. É muito triste sim. mas essa é a realidade. Por conta da tecnologia. Todos na internet pouco nos livros. Se fossem mais em conta a maioria escolhia os livros
Eu prefiro ler nos livros
Mas compra-los é outros quinhentos. Sempre dei livros de presentes as pessoas e aos meus filhos. Hoje é raro. Se baixassem os preços. Eu me encantava qdo entrava nessas livraria. Amava. Bjs querida

Montana disse...

Aqui em Portugal está a acontecer o mesmo. A maioria das livrarias está a enfrentar graves problemas económicos.
Sempre que posso compro e ofereço livros.
Bjs.

Andréa Santana disse...

Triste mesmo querida, infelizmente muitos não investem em livros.
Os livros são grandes companheiros, feliz de quem os ler.

Um beijo ♥

alfacinha disse...

Gosto muito de visitar as livrarias principalmente quando estou em Portugal a livraria Bertrand não passarei sem entrar
beijo

Patricia Merella disse...

É muito triste mesmo Liliane. Enfrente a nossa casa inaugurou a reforma da biblioteca da vila. Será inaugurada em Fevereiro.Bjs