Minha lista de blogs

domingo, dezembro 18, 2005

Minha Samantha


Sou apaixonada pela minha gata Samantha. Ela é aparentada com o gato Stinke da Zana, lá de Toronto.
Não sei como ela apareceu por aqui, por esse nordeste tão quente, já que tem genética canadense.
Achei a Samantha na porta da sala do ambulatório de feridas infectadas, lá do Hospital. Feridas infectadas, imagina?
Dei um miado para ela e ela me respondeu com um miado tão lindo que não tive dúvidas em traze-la para meu apto.
O início deve ter sido difícil para ela. Vivendo solta e sem carinhos.
Mas hoje Samantha é puro amor. Vive miando. Parece que quer falar e que faz força para ser entendida.
E morre de ciumes das irmães gatas e cadelas.
Para vc, minha Samantha, meu carinho.
Liliane

4 comentários:

Sergio disse...

Olá, Paulinha!

Um animal quando cruza nosso caminho assim é como se fosse uma pessoa, num gesto de compreensão, uma conversa, um acolhimento, algo para fazê-lo sentir-se bem.

Um beijo e bom domingo

Júnio disse...

Achei que quando você miou pra ela; ela disse: Oi tô dodói me leva, me dê carinho e leitinho na tigelinha toda noite?
Mas no entanto ela miou de volta, tudo normal entre gatas.
Abraços.

Zana disse...

Oi, Liliane, o meu Stinkão também mia que é uma beleza. Mia para tudo: qdo que sair, qdo quer entrar, qdo quer carinho, qdo vem acordar a gente todo dia s 5h da matina! Hahaha! Já pensou se falasse? hahaha!
A Samantha é lindona!
beijão pra vc!
Zana

Jôka P. disse...

LILIANE,
eu tenho uma gatinha chamada Cindy.
É branquinha e também veio de4 uma situação de abandono.
Nunca tinha sequer sonhado em ter uma felina em casa. Achava que não gostava.
Achava.
Agora ADORO a minha Cindy.
É meiga e não é fingidinha.
Quando não quer saber de carinho, não quer e pronto.
Quando quer, pula no colo, meiga e carente.
Só não faz miau nunca.
Acho que só em desenhos animados os gatinhos fazem miau.
:D
Bjs!